A ciência diz qual é o melhor alimento para ajudar você a viver até os 100 anos

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A alimentação é importante para uma vida longa e saudável. Uma nova pesquisa destacou qual é o melhor alimento para viver até 100 anos

Um estudo publicado na Circulation analisou participantes que seguiram uma dieta tipicamente ocidental – ou seja, rica em carne vermelha, alimentos processados, grãos refinados e açúcar – e uma dieta mais saudável consistindo principalmente de legumes, vegetais, frutas e grãos inteiros. Após um acompanhamento de 18 anos, os pesquisadores descobriram que aqueles que seguiram a segunda dieta viram uma redução de 17% no risco total de mortalidade e um risco 28% menor de morte por doença cardiovascular.

O estudo também descobriu que aqueles que seguiram a dieta ocidental tiveram um aumento de 21% na mortalidade total e de 22% na mortalidade por doenças cardiovasculares. Portanto, se a dieta desempenha um papel fundamental em nossa vida, quais são os melhores alimentos para comer ? Segundo a ciência, um dos melhores alimentos para se viver até 100 anos é o feijão.

O estudo

Os pesquisadores estudaram as zonas azuis do mundo, ou seja, as áreas com maior número de centenários (pessoas que vivem até 100 anos), e encontraram muitas semelhanças na dieta e estilo de vida entre as regiões, uma delas é o consumo de legumes.

Os estudiosos pegaram essas descobertas e criaram o que é conhecido como dieta da zona azul como um meio de ajudar as pessoas a terem uma vida mais longa e saudável.

De acordo com o American Journal of Lifestyle Medicine , existem vários denominadores comuns entre estas regiões, nomeadamente alimentação saudável e, sobretudo, à base de plantas , estilo de vida ativo e consumo moderado de álcool.

Pesquisadores da Dieta da Zona Azul descobriram que as pessoas nessas áreas que viveram mais tempo comiam cerca de uma xícara cheia de feijão por dia. Por que os feijões são tão importantes?

Por um lado, os feijões são ricos em proteínas e fibras vegetais e quase não contêm gordura. Em 1 xícara de feijão preto, por exemplo, há 15 gramas de proteína, 15 gramas de fibra e menos de um grama de açúcar e gordura.

Obter níveis adequados de fibra está relacionado a uma vida mais longa e saudável e, de acordo com a Gerontological Society of America , descobriu-se que reduz o risco de depressãopressão altadiabetes e até demência.

O feijão também contém um poderoso antioxidante chamado polifenol , um composto eficaz para o envelhecimento saudável; Além disso, de acordo com uma revisão do International Journal of Molecular Sciences , o polifenol é encontrado em muitos tipos diferentes de feijão, como feijão preto e vermelho, e tem propriedades antiinflamatórias , antidiabéticas , antiobesidade e propriedades cardioprotetoras .

Como variar o consumo de legumes e feijão

Dados os importantes benefícios do feijão, é essencial incorporá-los à dieta para obter mais proteínas, fibras e antioxidantes que o ajudarão a ter uma vida mais longa. Para quem não gosta de feijão, pode tentar inventar outras receitas.

Se você adora um café da manhã saboroso, pode experimentá-los em uma omelete vegetariana com feijão preto ou no almoço, ou até como acompanhamento junto com um vegetal, como o espinafre.

 

Fonte: Circulation

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em Línguas e Civilizações Orientais pela Universidade de Roma La Sapienza. Possui vários anos de experiência em comunicação digital. Apaixonada por beleza, fitness, bem-estar e moda sustentável.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest