Confira alguns alimentos que podem encurtar sua vida

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Os telômeros são uma parte do DNA que ajudam a proteger as células. Uma pesquisa mostrou que alguns alimentos podem mexer com nossos telômeros e aumentar o risco de doenças.

Ninguém tem a fórmula certa, mas é de conhecimento geral que uma boa alimentação nos ajuda a manter a saúde e até a viver mais. Alguns alimentos, porém, podem realmente prejudicar nossas chances de envelhecer ao mexer com as pequenas pontas nas extremidades dos cromossomos e que são essenciais para proteger o DNA de danos.

Para você ter uma ideia,muitos especialistas as comparam às capas plásticas que ficam nas pontas dos cadarços.

Os telômeros ficam mais curtos com o tempo, de acordo com estudo da Universidade de Utah.  E conforme encurtam, podem fazer com que as células funcionem mal e morram. Doenças como câncer e as que atingem o coração têm sido associadas a esses telômeros mais curtos. A pesquisa também mostrou que estilo de vida e dieta, podem acelerar (ou retardar) o processo de encurtamento.

Veja alguns que você deveria parar de ingerir agora.

Refrigerante

Um estudo recente com 5.309 adultos no American Journal of Public Health descobriu que uma porção diária de 600 mL de refrigerante estava associada a 4,6 anos de envelhecimento precoce, relata o site Time.com.  Você acha que a saída seria refrigerante diet? Vai com calma. Embora os pesquisadores não tenham encontrado uma ligação entre os telômeros e o refrigerante diet não açucarado, o estudo mostra que beber refrigerante diet diariamente está associado a um risco 67% maior de diabetes tipo 2. E adoçantes artificiais também podem aumentar o desejo por açúcar.

Carne processada

Outra proibição dos telômeros é a carne processada, como cachorro-quente e pepperoni.  Pesquisadores descobriram que as pessoas que consumiram uma ou mais porções de carne processada a cada semana tinham telômeros mais curtos do que aquelas que não comeram nenhuma carne processada.

Carne vermelha

A maior ingestão de carne vermelha, como hambúrgueres e bifes, há muito tempo é associada a doenças cardíacas e câncer, e isso pode estar relacionado ao seu efeito sobre os telômeros. Descobertas semelhantes foram mostradas para a carne branca, embora a vermelha tenha um efeito maior. Mas se você não quer abrir mão da carne vermelha, aqui vai uma dica: amido resistente, um bom carboidrato que ajuda a queimar gordura, enfraquece o efeito da carne vermelha nos telômeros. Ou seja: coloque na sua dieta bananas e lentilhas.

Álcool

O álcool também tem uma má reputação por sua conexão com condições crônicas de saúde. Pesquisadores analisaram o DNA sérico de indivíduos que abusaram do álcool (22% ingeriram quatro ou mais doses por dia) e daqueles com uso moderado de álcool. Os telômeros tinham metade do tamanho em quem bebia muito.

Fonte: uol

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest