Heinz lança ketchup com tomates “marcianos” (e é o sinal de que destruímos o planeta)

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Qual seria o gosto dos tomates cultivados em Marte? Pode parecer uma pergunta bizarra, mas é o que vem fazendo a americana Heinz, especializada na produção de molhos e condimentos. Recentemente a empresa decidiu tentar um negócio: fazer um ketchup com tomates cultivados em um ambiente que simule as condições climáticas e de solo do planeta Marte. Para fazer isso, ela recorreu a uma equipe do Aldrin Space Institute da Florida Tech. E assim nasceu o ketchup especial “Marz Edition”.

Até agora, a maioria dos esforços para descobrir modos de crescimento sob condições marcianas simuladas foram estudos de cultivo de plantas de curto prazo – explica Andrew Palmer, professor associado do Aldrin Space Institute – O que este projeto fez foi olhar para a colheita de alimentos a longo prazo.

Se você está se perguntando se será possível comprar o Ketchup Marz Edition, a resposta é não (pelo menos não por enquanto). Na verdade, é principalmente uma operação que combina marketing e pesquisa científica.

Humanidade pensa em conquistar novos planetas, enquanto o nosso está em agonia

Mas qual é o objetivo final deste experimento? Preparando-se para cultivar tomates em Marte? Resumindo, sim, mesmo que num futuro não muito próximo. Atualmente, as experiências de produção de alimentos em “condições espaciais” estão aumentando em várias partes do mundo. Por exemplo, em Abu Dhabi – onde as mudanças climáticas causaram um aumento na desertificação – cientistas estão tentando cultivar sementes mais resistentes no espaço, capazes de suportar condições climáticas adversas.

Em suma, a experiência da multinacional Heinz é mais uma confirmação de que estamos destruindo a Terra, uma situação que nos leva cada vez mais a pensar em “conquistar” novos planetas … em vez de salvar o nosso!

Fonte: Heinz

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em mídia, comunicação digital e jornalismo pela Universidade La Sapienza, ela colaborou com Le guide di Repubblica e com alguns jornais sicilianos. Para a revista Sicilia e Donna, ela tratou principalmente de cultura e entrevistas. Sempre apaixonada pelo mundo do bem-estar e da bio, desde 2020 escreve para a GreenMe.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest