Os truques para cozinhar casca de abóbora e transformá-la em excelentes batatas fritas

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Você sabia que nada se joga fora da abóbora e que também se pode comer a casca? Aqui estão algumas sugestões para aproveitá-lo da melhor forma

O símbolo da festa de Halloween é a abóbora! Pertencente à família das Cucurbitáceas, a abóbora é uma verdura muito versátil, utilizada em mil receitas (doces e salgadas) pelo seu sabor doce e delicado, contém pouquíssimas calorias (100 gramas de abóbora amarela trazem apenas 18 calorias) e traz muitos benefícios .para a nossa saúde: a abóbora, de fato, é rica em vitaminas, fibras, antioxidantes e beta-caroteno, componente que pode ser utilizado pelo organismo para a formação da vitamina A.

Como falamos, podemos usar este vegetal para inúmeras receitas, mas sabia que também se pode comer a casca da abóbora? Pois é: a abóbora é uma verdura totalmente comestível , aliás, comem-se também as suas sementes, que são excelentes como aperitivo para matar a fome (aqui vão algumas sugestões para as conservar e cozinhar da melhor forma). Para uma culinária verdadeiramente sustentável e sem desperdício, vamos ver como podemos “reciclar” as cascas dos vegetais e transformá-las em pratos deliciosos.

Antes de prosseguir com o cozimento das cascas, certifique-se de que a abóbora seja proveniente de uma cultura orgânica e que não tenha sido submetida a tratamentos com agrotóxicos. Por serem mais duras e compactas do que a polpa, as cascas de abóbora requerem tempos de cozimento mais longos: para superar esse problema, podemos optar por consumir abóboras com a pele mais fina e macia (por exemplo Okkaido ou Delica ), ou ferver por alguns minutos. As cascas na água antes de prosseguir com a cozedura propriamente dita.

Podemos consumir as cascas junto com a polpa e usá-las para enriquecer os risotos, sopas ou compotas doces com sabor – ou podemos usá-las sozinhas para preparar saborosos chips: depois de lavados com cuidado e cortados em tiras, basta fervê-los em água durante meia hora e depois leve ao forno a 200 ° C por cerca de vinte minutos, polvilhado com azeite, sal e suas ervas aromáticas favoritas (recomendamos alecrim e louro).

Teremos reciclado um “lixo” de forma criativa e criado um acompanhamento crocante que vai agradar também às crianças! Para deixar os chips ainda mais saborosos, então, podemos fritá-los em óleo bem quente depois de lavados e secos bem com papel absorvente (neste caso não é necessário passá-los em água fervente): após alguns minutos nossas peles vão prepare-se, só falta escoar bem o excesso de óleo e salgar a gosto.

Outra boa ideia (talvez para enriquecer a mesa de Halloween) é usar a casca do vegetal como um “recipiente” para um risoto à base de abóbora: neste caso só precisamos tirar a polpa da abóbora (que usaremos para faça o risoto) e leve ao forno por uma hora. Também neste caso, a casca pode ser comida com segurança.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest