Este indiano de 23 anos reutiliza sacos plásticos e garrafas para fazer tênis confortáveis

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Ashay Bhave tem apenas 23 anos, mas teve uma intuição brilhante e muito útil para o meio ambiente, a de transformar sacolas plásticas em tênis confortáveis. E em julho passado sua ideia se tornou realidade, ou melhor, uma startup de sucesso, com um nome bem específico: Thaely, que em hindi significa “sacola de plástico”.

A história da startup indiana

Tudo começou como uma simples experiência para encontrar uma solução para o problema dos 100 bilhões de sacolas plásticas produzidas todos os anos no mundo, que acabam ameaçando os ecossistemas marinhos. Ashay começou a trabalhar no tecido revolucionário, rebatizado de ThaelyTex em 2017. Para testar o material, que parece quase couro ao toque, foi criado um protótipo com o envolvimento de um sapateiro de Mumbai.

Os sapatos produzidos (100% vegan) foram aprovados com louvor e muitos pensaram que se tratava de tênis tradicionais de couro. Assim, em 2019 Ashay decidiu apresentar seu protótipo para um concurso de startups organizado pela Amity University Dubai, obtendo o primeiro lugar. Graças a esta vitória inesperada, o projeto obteve importantes financiamentos e para o jovem de Mumbai foi possível criar um segundo protótipo, desenvolvido em Dubai, cujo design foi inspirado nos clássicos tênis de basquete do início dos anos 2000.

ThaelyTex, um material revolucionário que parece couro (mas não é)

Mas como exatamente são feitos os tênis Thaely? Para a parte superior é utilizado o ThaelyTex, tecido criado inteiramente a partir da reciclagem de sacolas plásticas, fornecido pela TrioTap Technologies, empresa indiana que trata do gerenciamento de resíduos. A grande novidade também reside no fato de que o processo de produção não requer produtos químicos adicionais e não libera nenhum. São necessárias cerca de dez sacolas plásticas para cada tênis produzido.

@Thaely

Já no solado, porém, é utilizada apenas borracha reciclada, proveniente de outros calçados, pneus e outros resíduos industriais. Por fim, os atacadores e o forro são confeccionados com rPET (polietileno tereftalato), material produzido a partir de garrafas plásticas recicladas. Para cada tênis confeccionado, são necessários 12 frascos.

Mas não para por aí, até as caixas de sapatos ThaelyTex são ecologicamente corretas: contêm sementes de manjericão que podem ser plantadas, enquanto escritas e desenhos são feitos com borra de café.

Já no solado, porém, é utilizada apenas borracha reciclada, proveniente de outros calçados, pneus e outros resíduos industriais. Por fim, os atacadores e o forro são confeccionados com rPET (polietileno tereftalato), material produzido a partir de garrafas plásticas recicladas. Para cada tênis confeccionado, são necessários 12 frascos.

Mas não para por aí, até as caixas de sapatos ThaelyTex são ecologicamente corretas: contêm sementes de manjericão que podem ser plantadas, enquanto escritas e desenhos são feitos com borra de café.

O que dizer? Um lindo modelo de economia circular e moda sustentável! Palmas para o jovem Ashay!

Fonte: Thaely

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em mídia, comunicação digital e jornalismo pela Universidade La Sapienza, ela colaborou com Le guide di Repubblica e com alguns jornais sicilianos. Para a revista Sicilia e Donna, ela tratou principalmente de cultura e entrevistas. Sempre apaixonada pelo mundo do bem-estar e da bio, desde 2020 escreve para a GreenMe.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest