A crise climática fará a floresta amazônica secar até o final do século

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A crise climática em curso fará com que a floresta amazônica seque: a enorme floresta tropical pode estar em muito mais risco do que se pensava inicialmente, de acordo com um novo estudo.

Um estudo recente conduzido pela Universidade de Leeds, no Reino Unido, alerta: grandes áreas da floresta amazônica oriental enfrentarão uma seca sem precedentes até o final do século, se medidas concretas não forem implementadas imediatamente para reduzir as emissões de poluentes na atmosfera. Como resultado, grandes quantidades de dióxido de carbono serão liberadas na atmosfera a partir da floresta quase morta, aumentando o efeito estufa e pressionando por mudanças climáticas ainda mais extremas.

O aumento da seca da Amazônia ameaçará cada vez mais a sobrevivência de grandes partes da floresta, enquanto as árvores já estão com falta de água e o risco de incêndios será grande. A seca prevista pelos cientistas também pode ter consequências no ciclo da água, na biodiversidade e na população (incluindo humana) que vive na região. Espera-se que as chuvas diminuam comparativamente ao observado durante as secas de 2005 e 2010, que causou a mortalidade generalizada de árvores e teve um impacto devastador nas comunidades indígenas.

As pessoas no Brasil e no resto do mundo estão justamente preocupadas com o que o futuro reserva para o nosso pulmão verde, uma mina de recursos e biodiversidade sem igual, devastada tanto pelo desmatamento quanto pela crise climática” – explica a Dra. Jessica Baker, que liderou o estudo. – “Este novo estudo destaca possíveis mudanças no clima da floresta amazônica em um cenário hipotético de calor extremo. A imagem aterrorizante deve atuar como um alerta para os governos em todo o mundo fazerem algo para salvar esta fonte de vida: poderia começar protegendo e expandindo as florestas existentes (que absorvem e retêm dióxido de carbono)

No entanto, nem todos os cientistas concordam que a Amazônia ficará mais seca ou úmida no futuro, e isso torna difícil imaginar medidas políticas e estratégias para enfrentar as mudanças climáticas nos próximos anos.

A equipe britânica analisou os resultados de 38 modelos climáticos conhecidos relativos à Amazônia e apenas um terço deles reproduzem exatamente as interações entre o território e a atmosfera que podem ocorrer no futuro: estima-se, portanto, uma mudança nos fenômenos chuvosos, com aumento da seca nos próximos 80 anos na floresta amazônica oriental, enquanto no oeste as chuvas aumentarão.

Fonte: IOP Science

 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest