Há um foguete chinês em uma descida descontrolada em direção à Terra: veja onde ele pode cair

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Aconteceu novamente. Um foguete de construção e origem chinesa, que deixou a ilha chinesa de Hainan no domingo, está em rota de colisão em direção ao nosso planeta. O foguete é do tipo Longa Marcha 5B e pesa cerca de 21 toneladas: transportava o módulo do laboratório Wentian  destinado ao módulo do posto orbital chinês.

Completada sua “missão”, o foguete iniciou uma descida descontrolada para a Terra e ainda não está claro onde poderia pousar . Mesmo que ele entre em contato com a atmosfera – o que certamente acontecerá – ainda haverá inúmeros detritos grandes que atingirão a superfície da Terra, representando uma ameaça à segurança das pessoas.

Já é a terceira vez nos últimos anos que o governo de Pequim é responsável por pousos descontrolados de foguetes espaciais que ameaçam a população da Terra. Em 2020, o núcleo de outro foguete (pesando 20 toneladas) havia retornado incontrolavelmente à nossa atmosfera, passando pelos Estados Unidos antes de acabar submerso no Atlântico.

Em abril do ano passado, outro foguete chinês Longa Marcha 5B colocou o primeiro módulo da estação espacial Tiangong em órbita antes de cair fora de controle na atmosfera da Terra.

Os detritos espaciais geralmente representam um risco mínimo para os seres humanos – um risco que obviamente aumenta à medida que o tamanho dos detritos aumenta e cai em áreas densamente povoadas. No entanto, um estudo recente publicado na revista Nature mostrou o aumento da possibilidade de acidentes relacionados à queda de detritos espaciais.

Isso ocorreria especialmente no sul global, com corpos de foguetes cerca de três vezes mais propensos a pousar nas latitudes de Jacarta, Dhaka e Lagos do que os de Nova York, Pequim ou Moscou . O risco pode ser amortizado graças à presença de tecnologias que podem monitorar retornos “controlados” para áreas desabitadas (como desertos e oceanos) – mas que obviamente nem todos os países adotam.

Os Estados Unidos anunciaram que seguirão a queda do foguete chinês na Terra , pois o ponto exato de entrada do estágio do foguete na atmosfera da Terra não pode ser identificado até horas após seu retorno, estimado em 1º de agosto.

Fonte: Aerospace 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest