O cérebro dos homens sofre uma redução de 2% quando eles se tornam pais pela primeira vez, de acordo com um estudo

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Houve muitos estudos sobre como a fisiologia dos pais pode mudar quando eles têm um bebê, mas agora um novo estudo revelou a possibilidade clara de que os homens experimentam o encolhimento do cérebro quando se tornam pais.

Pesquisadores do Instituto Carlos III de Saúde de Madri descobriram que pais de primeira viagem podem perder entre 1 e 2% do volume cortical do cérebro após o nascimento do primeiro filho.

Enquanto estudos anteriores mostraram que as mães experimentam algumas mudanças em seus cérebros – como nas redes subcorticais límbicas (ou a parte do cérebro conectada aos hormônios da gravidez ) – este estudo mostra que os pais também podem sofrer algum grau de mudança em sua matéria cinzenta.

O Estudo

No artigo publicado na revista Cerebral Cortex , a equipe de pesquisa explicou que o estudo dos pais proporcionou uma oportunidade de ver como a experiência da paternidade pode afetar o cérebro humano, mesmo sem vivenciar diretamente a gravidez e o parto.

O estudo envolveu o uso de uma ressonância magnética do cérebro em 40 pais heterossexuais, metade deles da Espanha e a outra metade dos Estados Unidos. As varreduras foram usadas para medir as estruturas cerebrais dos homens, juntamente com seu volume e espessura.

O grupo espanhol teve seus cérebros escaneados antes da gravidez de sua parceira e, novamente, vários meses após o nascimento de seu primeiro filho. O grupo dos EUA passou por exames cerebrais durante os estágios intermediários e tardios da gravidez de seus parceiros e novamente sete a oito meses após o nascimento do bebê.

Durante todo o tempo, houve também um grupo de controle envolvendo 17 homens sem filhos na Espanha.

Os resultados mostraram que enquanto não houve alterações nas redes subcorticais límbicas (assim como nas mães), houve alterações reais na substância cinzenta cortical (a parte que trata da compreensão social), bem como reduções no volume da parte do cérebro que lida com o sistema visual.

Compreender como as mudanças estruturais associadas à paternidade se traduzem na paternidade e na realização da criança é um tópico amplamente inexplorado, fornecendo caminhos interessantes para pesquisas futuras.

Fonte: Córtex Cerebral

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest