Trabalhadores de 23 cidades afetadas por fortes chuvas têm direito aos saque do FGTS

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Moradores de 23 cidades afetadas por temporais e chuvas fortes que estão em situação de estado de calamidade pública ou emergência podem fazer o saque do FGTS de até R$ 6,2 mil. Entenda quais são as regras para resgatar o valor.

O saque está liberado para os trabalhadores com saque positivo na conta e que não fizeram o saque pelo mesmo motivo de calamidade pública nos últimos 12 meses. Outras situações como enchentes, enxurradas, alagamentos, inundações por invasão do mar, precipitações de granizos, vendavai ou tempestades, ciclones, furacões ou ciclones, tornados e trombas d’água e desastres por conta de colapsos de barragens se enquadram na lista.

O valor não está disponível para cidades ou estados que não decretaram estado de calamidade pública ou situação de emergência, mesmo com o registro do desastre. Atualmente, são apenas 23 cidades que se enquadram nas regras do saque.

Confira a lista de cidades em que o saque está disponível, e quais são os prazos para sacar o valor: 

  • Paraúna (GO): até 14/03
  • Muriaé (MG): até 08/02
  • Poço Fundo (MG): até 26/02
  • Ivaiporã (PR): até 14/02
  • Verê (PR): até 25/01
  • São José dos Pinhais (PR): até 26/03
  • Carapebus (RJ): até 19/03
  • Gravataí (RS): até 23/01
  • Águas Mornas (SC): até 14/03
  • Anitápolis (SC): até 09/03
  • Antônio Carlos (SC): até 07/03
  • Armazém (SC): até 14/03
  • Brusque (SC): até 14/03
  • Canelinha (SC): até 14/03
  • Florianópolis (SC): até 15/03
  • Palhoça (SC): até 05/03
  • Rancho Queimado (SC): até 15/03
  • Santo Amaro da Imperatriz (SC): até 07/03
  • São João Batista (SC): até 07/03
  • São Martinho (SC): até 19/03
  • São Pedro de Alcântara (SC): até 15/03
  • Tijucas (SC): até 05/03
  • São Pedro de Alcântara (SC): até 15/03

O pedido pode ser feito pelo aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS), basta fazer o login com as informações e documentos necessários.

Dentro do app, procure a seção “Meus Saques” e selecione a opção “Outras situações de Saques”. Em seguida, é necessário selecionar “Calamidade Pública, e apontar o município de residência. Em diante, o aplicativo deve pedir a documentação necessária para o procedimento é uma opção para o depósito do valor.

Aqueles que preferirem podem realizar o pedido de forma presencial, em qualquer agência da Caixa Econômica Federal. No entanto, é necessário levar o comprovante de residência emitido nos últimos 120 dias antes do estado de emergência, o documento de identificação, CPF e carteira de trabalho física ou digital.  Outras formas de prova de vínculo empregatício, como o contrato da empresa, também são aceitas.

Todas as contas bancárias de qualquer instituição podem receber o valor após a aprovação da Caixa Econômica Federal.

Fonte: IG

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest