Estado de emergência na Sibéria por causa de um enorme desastre ambiental perto do Círculo Polar Ártico

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

No rio Ambarnaya, na Sibéria, um enorme derramamento de óleo diesel e de lubrificantes foi causado por uma companhia russa de mineração e metalúrgica, chamada Norilsk Nickel.

20 mil toneladas foram parar no rio que abastece a cidade de Norilsk, que fica a cerca de 240 km ao norte do Círculo Polar Ártico. O presidente russo, Vladimir Putin, declarou estado de emergência.

O material poluente vazou do tanque de uma usina termelétrica da empresa, gigante no seu setor, atualmente a maior produtora de níquel do mundo, a qual fora acusada de tentar esconder os fatos, não tendo relatado o acidente em tempo hábil. O derramamento dos derivados de petróleo foi notado na sexta-feira, 29.

Veja as imagens impressionantes divulgadas pelo Siberian Times:

Segundo o la Repubblica, trata-se do segundo maior acidente ambiental da história da Rússia moderna, em termos de volume de substância tóxica derramada.

O ministro russo para emergências, Evgeni Zinitchev, anunciou a abertura de uma investigação e um funcionário da usina foi preso. Agora a urgência é tomar as precauções para que o óleo não siga se alastrando, e poluindo o delicado ecossistema daquela localidade.

Talvez te interesse ler também:

Mundo pós-pandemia: empresários no Reino Unido pedem por economia verde

Extração ilegal de areia no Rio de Janeiro: um crime fácil e super lucrativo

Cemitérios de abelhas em plena Amazônia: desmatamento e agrotóxico assassinos

Fonte foto:  Al Jazeera- AFP

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest