Belarus: acidente na usina nuclear Astravyets, inaugurada há poucos dias

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Poucos dias após sua inauguração, a usina nuclear Astravyets, construída perto da cidade de Astravyets pela empresa nuclear russa Rosatom, já foi fechada. A causa? A explosão dos transformadores de potencial da turbina da primeira unidade da usina.

O caso foi relatado por uma mídia bielorrussa independente, TUT.by, que contou que a paralisação ocorreu em 8 de novembro após um colapso que causou a explosão. A produção de energia iniciou-se no dia 3 de novembro com uma capacidade de 250 MW, atingindo 400 MW nos dias seguintes. Até que aconteceu o acidente e tudo foi bloqueado.

Aparentemente, não foi uma grande explosão e de acordo com TUT.BY, incidentes semelhantes ocorreram em várias usinas nucleares russas. No entanto, uma investigação foi iniciada.

O Departamento de Segurança Nuclear e de Radiação do Ministério de Situações de Emergência (Gosatomnadzor) disse que o acidente não teve impacto na segurança nuclear e na radiação.

Mas muitos se posicionaram contra a usina, começando pela Estônia, Lituânia e Letônia, países que se disseram contra sua ativação, acusando Minsk de não ter respeitado toda uma série de medidas de segurança durante a construção da usina. E na própria Bielo-Rússia a oposição está se fortalecendo.

Segundo relatos do TUT.BY, os lituanos acusaram a Rosatom de não respeitar as regras de preparação da documentação, de ter violado as licenças durante a construção da fábrica e de não ter fornecido o equipamento adequado. Mas o presidente Alexander Lukashenko, apesar das alegações de ineficiência e corrupção, levou seu projeto adiante.

Vários acidentes já haviam ocorrido em Astravyets ao longo do tempo. O contêiner de 330 toneladas do reator nuclear caiu de uma altura de 4 metros em 2015, e em 2016 houve o impacto de outro vaso de pressão do reator contra uma coluna.

Fonte: TUT.BY

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest