Violento terremoto de magnitude 6,4 na Argentina: cidade sem eletricidade

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Medo durante a noite na Argentina, onde um violento terremoto de magnitude 6,4 atingiu San Juan e também foi sentido no Chile. Felizmente, no momento não há vítimas, mas alguns danos a edifícios.

Primeiro houve um estrondo, então o choque, seguido por outros de grau menor. Aconteceu às 23h56m, mesma hora do Brasil, quando o terremoto de 6,4 graus na escala Richter teve seu epicentro na província de San Juan. O terremoto foi sentido em Mendoza, Córdoba, Santa Fé, La Rioja e até em Buenos Aires. Felizmente, não há vítimas. As verificações estão em andamento, mas os danos dizem respeito a rachaduras em prédios, calçadas e vias públicas, e também à queda de postes.

Poucos minutos após o primeiro terremoto, ocorreram tremores secundários em San Juan: às 00h03, ocorreu um terremoto de magnitude 4,4 e às 00h37 de magnitude 5,1. O epicentro estava localizado a 112 quilômetros ao norte de Mendoza, na cidade de Media Agua, em San Juan, 54 quilômetros a sudoeste dessa capital provincial. Estando a uma profundidade de 8 quilômetros, os tremores foram sentidos com maior intensidade.

Cortes de energia também foram relatados em algumas cidades, incluindo San Juan. O governador de San Juan, Sergio Uñac, falou em suas redes sociais para tranquilizar a população:

“Neste momento, quero transmitir calma às famílias, após o terremoto que vivemos em #SanJuan. Colocamos em prática todas as medidas que aprendemos para prevenir acidentes, ao mesmo tempo em que nos comprometemos a conhecer seu impacto”, escreveu Uñac no Twitter.

No final da manhã, Uñac deu uma entrevista coletiva na qual especificou que há quatro pessoas evacuadas pertencentes ao departamento de Zonda.

O impacto também foi sentido em vários bairros da cidade de Buenos Aires, como Caballito e Belgrano.

Veja as imagens publicadas pelos habitantes da Argentina nas redes sociais:

Felizmente, não há vítimas.

Fontes: INGVClarin

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Jornalista freelance com especialização em editoração, comunicação, multimídia e jornalismo. Em 2011 ganhou o prêmio Dear Director e em 2013 recebeu o prêmio Jounalists in the Grass, devido à sua entrevista com Luca Parmitano.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest