Na Antártica, o A68, o maior iceberg do mundo, derreteu completamente

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

O maior iceberg do mundo, conhecido como A68, derreteu completamente e desapareceu. O iceberg pesava cerca de um bilhão de toneladas e cobria uma área de quase seis mil quilômetros quadrados.

Ele se separou da plataforma de gelo Larsen na Antártica já em 2017, permanecendo estacionário por cerca de um ano. Posteriormente, ele começou a se mover em velocidade crescente em direção à Geórgia do Sul, onde altas temperaturas, ondas e água quente o consumiram, quebrando-o em fragmentos cada vez menores.

O A68 provavelmente será lembrado como o primeiro iceberg a se tornar uma estrela da web, já que no ano passado ele atraiu a atenção de pessoas de todo o mundo que apreensivamente compartilharam imagens de satélite em redes sociais enquanto o iceberg se movia em direção ao sul da Geórgia.

O medo era que o grande iceberg impactasse a ilha, com consequências devastadoras para a vida selvagem.

No entanto, o iceberg A68 foi, acima de tudo, objeto de investigações científicas, bem como de grande popularidade. O acompanhamento, a análise e o estudo da vida do A68 foram de facto fundamentais para compreender o papel dos icebergs para o ambiente e as consequências nos ecossistemas devido ao seu degelo, fenômeno que liberta enormes volumes de água doce para o oceano.

Estudar o A68 de perto também ofereceu uma visão sobre como as plataformas de gelo se quebram, produzindo icebergs e dados para avaliar como as temperaturas mais altas podem causar o colapso rápido das plataformas de gelo no futuro.

Fontes BBC/Ansa

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Jornalista freelance, nascida em 1977, formada com honras em Ciência Política, possui mestrado em Responsabilidade Corporativa e Ética e também em Edição e Revisão.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest