Roma registra o dia mais quente da história para a época: é a crise climática em curso

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

É outono na Europa, mas muitos lugares estão vivendo temperaturas de verão. Um domingo de novembro com temperaturas quase de verão, e em vez de blusões, surgem t-shirts de manga curta e jaquetas leves: é o dia bizarro que viveu a cidade de Roma, domingo 7 de novembro, onde as unidades de controlo registaram 26° C ( neste período as temperaturas devem ser de 17° C). É o efeito tangível das mudanças climáticas e do aquecimento do planeta causado pela poluição antropogênica.

Um fenômeno, o da alternância de bombas d’água e dias de verão antinatural, que envolve ttoda a Itália: pense por exemplo na Sicília onde, após a passagem do ciclone Medicane, foram registradas temperaturas praticamente de verão que empurraram Palermo moradores para nadar no mar, antes de um retorno repentino do mau tempo com trovoadas e rajadas de vento forte.

Em suma, o problema das alterações climáticas está cada vez mais próximo e os seus efeitos cada vez mais devastadores também para a nossa economia: já não são apenas as geleiras polares ou países distantes como Madasgascar que sofrem o impacto do aquecimento global, mas também muitas outras cidades, que sofrem com fenômenos extremos do clima enlouquecido. Basta ler as notícias sobre o tempo registrado nos últimos meses na Europa: inundações, ciclones tropicais, geleiras que já desapareceram definitivamente, tempestades de granizo e vento.

E, aqui no Brasil, onde estamos na primavera, em cidades do sudeste estamos de casaco e dormindo com cobertores.

Mas mesmo se olharmos para um período um pouco mais longo, os resultados do aquecimento global são mais evidentes do que nunca: o relatório sobre o clima na Itália, elaborado pelo ISPRA, confirma que 2020 (ano mais quente da história do mundo) foi o quinto ano mais quente da história italiana, com um aumento de 1,54 ° C a mais do que em 1961. Em todos os meses do ano passado, com exceção de outubro, a temperatura média na Itália estava acima do normal com dois picos particularmente mais quentes (fevereiro e agosto) que quase tocou 3 ° C a mais. 

Fonte: IlMeteo

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Com 25 anos e licenciada em Línguas Estrangeiras. Sempre esteve atenta às questões ambientais e visando um estilo de vida eco-sustentável. No seu pequeno caminho tenta minimizar a pegada ambiental com escolhas responsáveis, respeitando a natureza que a cerca.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest