Espuma tóxica cobre rio Tietê novamente em Salto, interior do estado de São Paulo

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A espuma que voltou a cobrir o rio Tietê no sábado, dia 13 de novembro, é formada por resíduos de detergentes e materiais despejados no rio sem tratamento, origninário da capital paulista. Agora a mancha continua em direção ao interior do estado de São Paulo.

Um estudo feito pela Fundação SOS Mata Atlântica mostra que a mancha de poluição no Rio Tietê chega a quase 300 quilômetros de extensão no interior de São Paulo, no trecho de Pirapora do Bom Jesus (SP) até Botucatu (SP).

O relatório anual apontou que os índices estavam melhores. Dos 53 pontos monitorados pela fundação, sete haviam melhorado, e a mancha de poluição no trecho que passa pelo interior havia diminuído 40%.

Os dados também apontavam que a qualidade de água nos pontos monitorados era considerada regular, com um saldo positivo em relação aos últimos 12 meses. Para para que essa melhora pudesse ter acontecido, foram necessários 10 anos de trabalho de recuperação.

A água em Salto já havia piorado, passando de regular para péssima, em setembro, após a abertura das barragens no final de agosto liberar um lodo que deixou o rio escuro e matou mais de sete toneladas de peixes.

Fonte: g1

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest