Este vídeo mostra o derretimento dramático de uma geleira islandesa em apenas 40 dias

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

São apenas 32 segundos, mas é assustador. Este vídeo lançado recentemente por um grupo de especialistas da Universidade de Dundee, Escócia e da Universidade da Islândia, registrou como uma geleira islandesa recuou implacavelmente em apenas seis semanas, mostrando-nos as terríveis consequências das mudanças climáticas.

A equipe – formada por diretores, glaciologistas e comunicadores científicos – instalou duas câmeras time-lapse em Breiðamerkurjökull, a geleira localizada no Parque Nacional Vatnajökull no sudeste do país e que alimenta o famoso lago Jökulsárlón. As imagens registradas entre 29 de julho e 5 de setembro de 2021 surpreenderam até mesmo eles e destacaram como a rápida taxa de degelo no verão está ultrapassando significativamente a recuperação durante os meses de inverno.

Sabíamos que Breiðamerkurjökull está recuando rapidamente, mas a dissolução que registramos em apenas seis semanas surpreendeu até mesmo os especialistas ”, disse Kieran Baxter, diretor de projeto e professor de Design de Comunicação na Universidade de Dundee.

Financiamento coletivo para monitorar gelo

@Kieran Baxter/ClimateVis

Além de coletar dados sobre a rapidez com que as geleiras estão desaparecendo, a equipe interdisciplinar está trabalhando, por meio do projeto Ice-Watch, para aumentar nossa consciência sobre o que está acontecendo. Para aumentar os esforços de monitoramento, especialistas lançaram uma campanha de arrecadação de fundos no Gofundme .

Ao adotar uma câmera de lapso de tempo, você receberá atualizações mensais exclusivas diretamente da borda da geleira e sua doação apoiará a missão de longo prazo do projeto Ice-Watch de promover uma compreensão visual clara das geleiras da Islândia e o que elas nos dizem sobre o clima do mundo ”, lemos na campanha.

Todos os recursos arrecadados irão para a compra de equipamento fotográfico de lapso de tempo para o projeto Ice-Watch. A ideia é colocar quatro novas câmeras ao redor da borda da geleira em 2022, para monitorar as mudanças ocorridas ao longo de um ano ou mais.

Nosso clima está mudando em um ritmo vertiginoso, basta olhar para nossas paisagens glaciais. Imagens como essas devem servir de alerta para não continuar a ignorar os sinais que a Terra está nos enviando.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Comunicadora social especializada em jornalismo ambiental e terceiro setor, mestre em Comunicação Ambiental e em Inovação Social. Em greenMe encontrou seu habitat ideal.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest