Perdemos mais de 11 milhões de hectares de floresta em apenas 1 ano. Veja a lista de países

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A nova pesquisa anual do World Resources Institute, em colaboração com a Universidade de Maryland, mostra o quanto mais precisa ser feito para deter o desmatamento globalmente que, somente em 2021, viu o desaparecimento de 11,1 milhões de cobertura arbórea , dos quais quase 4 milhões florestas tropicais com perda de biodiversidade inestimável.

O relatório destaca que os trópicos são as áreas mais afetadas pelo fenômeno, respondendo por quase 96% de todo o desmatamento global, uma vez que são derrubados por florestas e incêndios. Por sua vez, são estes últimos que causaram um aumento das emissões de dióxido de carbono que, para 2021, são iguais às anuais de toda a Índia .

Nessa dinâmica, o desmatamento e as emissões infelizmente andam de mãos dadas.

Os países mais expostos à perda de floresta tropical primária em 2021 foram:

  • Brasil
  • República Democrática do Congo
  • Bolívia
  • Indonésia
  • Peru
  • Colômbia
  • Camarões
  • Laos
  • Malásia
  • Camboja

Não é à toa que nesta lista está o Brasil de Bolsonaro que experimentou uma perda florestal de 40% de 1,5 milhão de hectares. É sabido que as políticas do premiê brasileiro não fizeram nada além de ampliar o problema do desmatamento na Amazônia, bem como apoiar a exploração dos povos indígenas. 

Além das mudanças climáticas e seu impacto nas florestas, as causas incluem as novas plantações de dendezeiros que, após a guerra na Ucrânia, estão experimentando um segundo boom mundial, mas também de café, carne e outros produtos que desencadeiam o desmatamento.

Deve-se dizer, no entanto, que entre os países listados, também há grandes esforços para reverter a tendência, pois os da Indonésia fizeram grandes avanços nessa frente , revogando inúmeras concessões de desmatamento para a construção de atividades de mineração e plantações em áreas arborizadas.

As políticas ambientais da Indonésia estão seguindo as diretrizes da cúpula de mudanças climáticas da COP26, mas a Indonésia não deve ser a única a fazê-lo, já que muitos estados assinaram a Declaração de Glasgow incluindo até Bolsonaro com a meta zero de desmatamento até 2030.

Fonte: Instituto de Recursos Mundiais

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest