Overshoot Day 2022, o dia em que o planeta fica sem recursos naturais agora vem mais cedo

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

O Dia da Sobrecarga da Terra está se aproximando, o dia em que nosso planeta terá esgotado os recursos naturais disponíveis para este ano. A data crucial a assinalar é 28 de julho, a partir desse momento em que estaremos oficialmente em dívida com o planeta que nos acolhe.

A partir desse dia, de fato, a humanidade começará a explorar os bens que, em teoria, teriam sido destinados a 2023. Desde que o cálculo começou, o Overshoot Day chega cada vez mais cedo (o ano passado foi em 29 de julho). A exceção foi 2020 quando, devido à pandemia, o dia foi adiado para 22 de agosto, uns bons 24 dias face à data do ano anterior, dando boas esperanças. Mas o cálculo referente a 2022 nos coloca diante de uma verdade dramática: desperdiçamos e exploramos muito mais do que podíamos e a Covid-19, que poderia nos levar a mudar de direção, não nos ensinou nada.

@Global Footprint Network

Conforme a tradição, a data foi anunciada pela Global Footprint Network, organização internacional de pesquisa que anuncia pontualmente o dia que indica o esgotamento dos recursos renováveis ​​(água, alimentos, recursos minerais, madeira, etc.) ao longo de 365 dias.

Segundo o cálculo, a humanidade em nome do lixo como se tivesse 1,75 Terras à sua disposição. Adata global está marcada para 28 de julho, mas o Brasil esgotará os recursos disponíveis em 12 de agosto (melhor que o ano passado, que foi em 27 de julho). O único país que conseguiria passar quase um ano com recursos seria a Jamaica (20 de dezembro), sendo que o Qatar foi o primeiro país a esgotar os recursos da Terra, em 10 de fevereiro.

@Global Footprint Network

O gráfico a seguir mostra os dias “cruciais” país por país:

 

Como o overshoot day é calculado

Mas como exatamente o Overshoot Day de cada país é calculado? A data surge comparando a pegada ecológica dos seus cidadãos, que é a quantidade terrestre e aquática que cada indivíduo necessita para produzir todos os recursos consumidos, com a biocapacidade global, que é a capacidade da Terra de regenerar os seus recursos naturais.

Embora os efeitos nocivos da crise climática estejam diariamente sob nossos olhos e os inúmeros estudos e apelos de cientistas, continuamos a desperdiçar recursos naturais de forma cada vez mais descuidada e egoísta, sem nos darmos conta de que esse comportamento nos prejudicará.

 

Fonte: Global Footprint Network

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em mídia, comunicação digital e jornalismo pela Universidade La Sapienza, ela colaborou com Le guide di Repubblica e com alguns jornais sicilianos. Para a revista Sicilia e Donna, ela tratou principalmente de cultura e entrevistas. Sempre apaixonada pelo mundo do bem-estar e da bio, desde 2020 escreve para a GreenMe.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest