Dia Mundial dos Oceanos: por que é comemorado em 8 de junho e é tão importante

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Hoje celebraremos o Dia Mundial dos Oceanos, uma preciosa oportunidade para refletir sobre o precioso papel desempenhado pelos nossos oceanos, que cobrem aproximadamente 70% da superfície terrestre. A data escolhida para esta celebração não é acidental: o dia 8 de junho, aliás, marca o aniversário da Conferência Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento no Rio de Janeiro, a cúpula das Nações Unidas de 1992 que lançou as bases para o desenvolvimento sustentável.

O objetivo deste dia não é apenas redescobrir a importância dos oceanos, mas implementar estratégias eficazes para protegê-los da maior ameaça: o homem.

Devido à poluição, à crise climática e à pesca intensiva, a biodiversidade dos nossos mares e oceanos está cada vez mais em risco.

O tema deste ano é por que os oceanos são tão importantes para nossa vida

O tema escolhido para a edição de 2022 é “Revitalização: ação coletiva pelo Oceano”. Os oceanos, que estão cada vez mais quentes, sofrem terrivelmente, mas ainda podemos salvá-los através de medidas globais e melhores práticas realizadas por instituições, cidadãos e associações.

Proteger os oceanos não é apenas cuidar da sobrevivência dos peixes e outras criaturas marinhas. A nossa vida também depende deles por uma série de razões (que muitas vezes tendemos a esquecer ou subestimar), nomeadamente:

  • águas oceânicas geram mais de 50% do oxigênio que respiramos
  • os oceanos absorvem cerca de um terço do dióxido de carbono que produzimos
  • eles ajudam a regular o clima e são aliados muito valiosos contra a crise climática
  • eles fornecem alimentos (peixes, frutos do mar e algas) para toda a humanidade

O futuro dos oceanos está em nossas mãos. Cabe a nós preservá-lo!

Fonte: Nações Unidas 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em mídia, comunicação digital e jornalismo pela Universidade La Sapienza, ela colaborou com Le guide di Repubblica e com alguns jornais sicilianos. Para a revista Sicilia e Donna, ela tratou principalmente de cultura e entrevistas. Sempre apaixonada pelo mundo do bem-estar e da bio, desde 2020 escreve para a GreenMe.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest