A Austrália acaba de aprovar a primeira lei climática com a meta muito ambiciosa de zero emissões até 2050

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Após 11 anos, a Austrália atualiza sua lei climática e estabelece  metas climáticas mais ambiciosas , marcando assim um ponto de virada depois que os governos de Turnbull e Morrison se recusaram repetidamente a aumentar as metas de redução de emissões. Até o final da década, as emissões do país deverão cair 43% .

Na última quinta-feira, de fato, o parlamento australiano aprovou uma lei do governo que estabelece o compromisso de reduzir as emissões de carbono em 43% até 2030 (embora de acordo com o Climate Action Tracker isso seja “quase suficiente”, que deve passar para 57% para ser compatível com 1,5 graus, já é um grande passo à frente) e zerar até 2050.

Uma lei que marcou um primeiro passo na ação climática desde que o Partido Trabalhista assumiu o poder em maio, derrotando um governo conservador repetidamente batizado de retardatário global na batalha contra as mudanças climáticas.

A década das guerras climáticas acabou, tuitou a ministra do Meio Ambiente, Tanya Plibersek, em referência ao quão acalorada e divisiva a questão se tornou.

Um pouco como acontece na Itália, onde a transição para fontes renováveis ​​- por um lado – é resultado de atrasos muito graves.

A nova lei chega (a última lei do clima que foi aprovada em 2011), de fato, depois de muito tempo para avançar no enfrentamento da crise climática por mais de uma década, apesar de o país ter sofrido seu impacto desastroso devido às inundações, incêndios devastadores e o branqueamento de sua icônica Grande Barreira de Corais.

A aprovação da Lei de Mudança Climática envia uma mensagem ao mundo de que a Austrália leva a sério a redução de emissões e o aproveitamento das oportunidades econômicas de energia renovável acessível. E seja um exemplo, para a Itália e para todos os países ocidentais responsáveis ​​por essa louca crise climática.

Fonte: Governo australiano

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Jornalista freelance, nascida em 1977, formada com honras em Ciência Política, possui mestrado em Responsabilidade Corporativa e Ética e também em Edição e Revisão.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest