Financiamento para salvar as touradas da crise econômica e torná-las patrimônio cultural

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

“As touradas são uma demonstração de liberdade e devem ser protegidas e defendidas.” Sem pensar no bem-estar animal, mas de olho nos negócios, a presidente da Comunidade de Madri, Isabel Díaz Ayuso, juntamente com o prefeito da capital, José Luis Martínez-Almeida, assinou um protocolo sob o qual ambas as administrações se comprometem em defender as touradas, com diferentes ações para salvá-las da crise econômica, visando ainda torná-las patrimônio cultural.

Defensores dos animais do mundo inteiro se alegraram com a notícia de que, este ano, por causa da pandemia do coronavírus, as touradas tiveram que dar um tempo e, esperava-se que na Espanha o fim do espetáculo sangrento se consolidasse para sempre. Mas as últimas notícias nos dizem que infelizmente esse não será o caso.

Na Arena de Las Ventas, foi assinado um protocolo para o comprometimento de mais financiamento para as touradas.

“A arena é um lugar emblemático – disse a presidente Isabel Díaz  – e um sinal distintivo do que é a comunidade e o que é a cidade de Madri, isto é, liberdade, pluralidade, abertura, vanguarda, mas também raízes e tradições“.

Uma tradição que, no entanto, oculta abusos e maus-tratos aos animais, conforme revelou há algumas semanas, uma investigação da Lav-Itália que testemunhava touros mortos violentamente, executados após uma longa agonia enquanto

“Outros ficam gravemente feridos por estresse, assim que você entra na arena. Em vários casos, o entretenimento coloca em risco também a vida do público presente na arena”.

Nós falamos sobre isso aqui:

Fica claro que no protocolo entre as administrações locais de Madrid, o bem-estar animal não importa:

“Um evento histórico, artístico, cultural e turístico de grande importância na região. Seria de grande cegueira política dar as costas à primeira praça de touros do mundo”.

“De fato, as touradas são o segundo espetáculo com o maior afluxo de público, depois do futebol, que tem um impacto econômico anual de 414 milhões de euros na região e permite a criação e manutenção de centenas de empregos”, lê-se no site da Comunidade de Madrid.

As administrações também se comprometem em realizar ações para promover as touradas dentro de seus respectivos poderes, incluindo, por exemplo, a inserção das touradas em campanhas institucionais para incentivar o turismo e a cultura na região.

Talvez te interesse ler também:

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
greenMe.com.br é uma revista brasileira online, de informação e opinião Editada também na Itália como greenMe.it
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest