A terrível verdade sobre os experimentos com macacos: buracos no crânio e dispositivos cimentados na cabeça

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Indefesos e com eletrodos plantados no cérebro e buracos no crânio. Essas Imagens chocantes vêm de um laboratório na Bélgica, onde macacos são cobaias para experimentos cerebrais. A denúncia vem da Animal Rights, a organização que lança uma nova petição para salvar macacos de KU Leuven.

** ATENÇÃO: CONTEÚDO E IMAGENS IMPACTANTES**

Em 2019, o governo flamengo alocou quase dois milhões de euros para a KU Leuven para financiar experimentos cerebrais em macacos. Os Direitos dos Animais dão o alarme e exigem o fim dos subsídios para testes em animais e que os investimentos de fundos públicos sejam direcionados a pesquisas alternativas que não sejam resultado de maus-tratos.

 “O dinheiro dos contribuintes é desperdiçado em experiências cruéis com animais que a maioria da população gostaria fossem proibidas”, explica o animalista Jen Hochmuth.

 Disfarçada, a organização conseguiu filmar o destino desses pobres macacos. São doze, e há muito tempo são cobaias que vivem em gaiolas e passam por experimentos cerebrais. Assim que não forem mais necessários, serão mortos.

experimentos com macacos

@Animal Rights

Em uma pesquisa de opinião, 79% dos cidadãos belgas gostariam que experimentos com macacos fossem proibidos e 64% gostariam que parassem os experimentos com todos os animais.
Animal Rights descobriu que € 1 milhão foi aprovado via FWO em 2017 para experimentos polêmicos com macacos. “Graças a essas experiências, as universidades têm plena liberdade para decidir de forma independente sobre seus projetos ”, continua Hochmuth.

Na KU Leuven, os pesquisadores dizem que “não é eticamente justificável plantar eletrodos em humanos, enquanto em macacos, isso é justificável.”

experimentos com macacos

@Animal Rights

 É uma pena que esses experimentos cerebrais causem tanto sofrimento aos macacos. Eletrodos são implantados no cérebro por meio de orifícios em seus crânios e dispositivos de ferro são cimentados. Os animais têm que passar por programas pesados ​​de treinamento durante meses e dietas à base de água para forçá-los a colaborar com os pesquisadores. Uma situação que já dura mais de 30 anos e que os ativistas contestam há tempos.

experimentos com macacos

@Animal Rights

De acordo com Hochmuth, esses experimentos não são apenas moralmente inaceitáveis, mas também completamente inúteis do ponto de vista científico: “Esses experimentos com animais não são legalmente exigidos para o desenvolvimento de novos medicamentos. São experimentos inúteis e cruéis que só servem para satisfazer a curiosidade de cientistas sem compaixão ”, destaca.

De acordo com os Direitos dos Animais, esta é também uma violação da diretiva europeia sobre a proteção dos animais utilizados para fins científicos. O artigo 12 explica que os testes em animais só podem ser considerados se uma alternativa não estiver disponível. Os cientistas já realizaram várias medições em humanos que, ao contrário das cobaias, podem dar seu consentimento.

experimentos com macacos

@Animal Rights

A organização pede a libertação em abrigos especializados de todos os macacos mantidos em KU Leuven. No total são mais de 40. Os animais são usados ​​por 7 a 10 anos. Alguns macacos são submetidos a várias cirurgias cerebrais.

Fonte: Direito Animal

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest