Chile quer aumentar punição para maus-tratos de animais: será possível pegar até 10 anos de prisão

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Há poucos dias, comunicamos que, na Grécia, os que abusam de animais correm o risco de 10 anos de prisão, uma novidade votada por unanimidade pelo Parlamento em meados de Novembro. Agora, outro país, mais perto de nós, também quer propor o mesmo castigo exemplar para quem abusar de animais. É o Chile.

Para evitar a escalada da violência contra os animais, o Chile planeja aumentar as penas para aqueles que abusam deles. Os deputados da Federação Social Verde Regionalista (FRVS) recentemente apresentaram ao Congresso do país um projeto que visa responder de forma decisiva aos diversos casos de violência contra animais que infelizmente ocorreram recentemente no Chile.

Um dos mais conhecidos foi o cometido no município de Santa Juana, na região do Biobío, onde um grupo de jovens amarrou, espancou e por fim queimou as patas do cachorro apenas por “diversão”. Um crime que indignou a opinião pública e impulsionou os responsáveis ​​a acelerar a implementação de novas medidas.

A nova lei, se aprovada, vai trazer a pena de prisão para quem cometer esse tipo de crime de no mínimo 3 para no máximo 10 anos. Uma mudança significativa, considerando que a sentença atual para abusadores de animais no Chile prevê de 61 dias a 3 anos de detenção.

Esteban Velásquez e Jaime Mulet, deputados que lideram a iniciativa, também propõem o aumento das multas por violência contra animais domésticos ou outras espécies. De 1,5 milhões de pesos chilenos (cerca de 10 mil reais) a 4,5 milhões de pesos chilenos (mais de 32 mil reais).

Além disso, solicita-se que, quem cometa um crime contra animais, seja proibido de possuí-los por toda a vida.

O deputado Velázquez explicou o que animou a apresentação do projeto:

“Somos motivados pelo afeto, pelo vínculo que se cria com nossos animais de estimação, o Estado deve dar proteção aos nossos irmãos mais novos, como há muito chamamos nossos animais, nossos companheiros, e por isso com maiores penalidades criminais. Queremos que seja transmitido ao público uma mensagem de que, quem abusar de animais corre o risco de penas severas que serão aplicadas pelos tribunais”, comentou.

A lei de proteção aos animais no Chile foi promulgada em 2009 e foi alterada em várias ocasiões precisamente com o objetivo de tentar conter a violência contra animais de estimação ou outras espécies.

Aguardamos com expectativa esta nova lei, na esperança de que realmente sirva de advertência a todos aqueles que acham “divertido” fazer os animais sofrerem e que, cada vez mais países tomem essa medida.

Fontes: La tribuna / El diario

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest