Bilhões de cigarras “zumbis” estão prestes a invadir os EUA (mas é um fenômeno natural belo e raro)

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Em breve, bilhões de cigarras poderão invadir o leste dos Estados Unidos, após passarem 17 anos no subsolo. Parece o enredo de um filme de terror, mas é um fenômeno natural muito aguardado.

De fato, a cada 17 anos uma espécie de cigarra “periódica” (Magicicada septendecim) ressurge do solo em vastas áreas dos EUA e se espalha pelas cidades. Esses insetos caracterizados por olhos vermelhos, corpo preto e afilado e asas laranja vivem por muito tempo no subsolo e se alimentam dos fluidos das raízes das plantas para crescer. Então, por um estranho mecanismo ainda pouco conhecido, a cada 17 anos eles voltam em massa à superfície.

O último evento desse tipo ocorreu em 15 estados, incluindo Nova York, Ohio, Illinois e Geórgia, em 2004. Como resultado, 2021 é o ano de seu retorno. Elas aparecerão quando as temperaturas forem mais altas, durante a primavera e provavelmente em meados de maio.

“Eles podem se acumular aos milhões em parques, bosques, bairros e, aparentemente, em qualquer lugar”, disse Gary Parsons, entomologista da Michigan State University. “Quando eles são abundantes, voam, pousam e rastejam por toda parte, até em humanos.”

Parsons argumenta que, embora essas criaturas não sejam perigosas para os humanos, podem adoecer podem deixar animais de estimação doentes, se forem ingeridos. Acredita-se que o longo desenvolvimento subterrâneo ajude as cigarras a sobreviver aos predadores.

Acompanhados por um barulho alto

Sua chegada está longe de ser silenciosa. Movendo-se em massa, eles se farão ouvir alto. Os machos, em particular, emitem sons de acasalamento que podem chegar a 100 decibéis, igual ao ruído produzido por uma motocicleta em aceleração.

Leia também: Nova nuvem de gafanhotos se aproxima do Brasil: o remédio pode ser agrotóxico neles (e em nós)

Mas os especialistas garantem: se as pessoas conseguirem esquecer o barulho e a surpresa de um céu ou de uma cidade coberta de cigarras, poderão apreciar uma rara maravilha do mundo natural.

O retorno das cigarras é

Uma oportunidade maravilhosa para milhões de pessoas testemunharem e desfrutarem de um fenômeno biológico extraordinário em seu próprio quintal que não ocorre em nenhum outro lugar do planeta“, disse Michael Raupp, entomologista da Universidade de Maryland, à Newsweek.

Mais um motivo para admirá-las: mesmo que não estejam em risco de extinção, para a IUCN estão “próximas da ameaça”.

Fontes: The Guardian , Newsweek

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Jornalista freelance com especialização em editoração, comunicação, multimídia e jornalismo. Em 2011 ganhou o prêmio Dear Director e em 2013 recebeu o prêmio Jounalists in the Grass, devido à sua entrevista com Luca Parmitano.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest