Caçadores ilegais detiveram pássaros protegidos e apreenderam dezenas de sistemas de captura

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Um sistema de captura muito bem articulado, constituído por redes, gaiolas-armadilhas e chamadas electroacústicas proibidas: foi tudo escondido num bosque de avelãs e tudo foi apreendido, juntamente com dezenas de aves protegidas mantidas em gaiolas apertadas. Estamos em Boscoreale, na província de Nápoles, e aqui se encontram dezenas de animais provenientes de atividades de captura ilegal e de origem duvidosa.

É o que resulta de uma operação anti-caça furtiva conduzida pelos Carabinieri Florestais da Estação “Parco di Boscoreale” e pelos Guardas de Caça e Zoófilo do WWF Itália – núcleo provincial de Nápoles.

Um homem que capturou ilegalmente muitas espécies de pássaros de passagem foi pego em flagrante e então, durante as verificações subsequentes realizadas nas proximidades, muitas outras gaiolas foram encontradas contendo 7 pintassilgos, 9 tordos, 9 siskins, 11 serins, 11 frosoni, 3 estorninhos, 6 amoreiras, 4 codornizes, 3 codornizes californianas, 10 perdizes, 4 tartarugas de água doce exóticas. São todos animais provenientes de atividades de captura ilegal e de origem duvidosa, cuja origem será investigada por novas investigações dos Carabinieri.

@WWF

A captura e detenção de animais que constituam crime real, bem como a captura. Não é por acaso que a vida selvagem é um “patrimônio do estado indisponível e é protegida no interesse da comunidade nacional e internacional ” de acordo com a Lei 157/91.

Essas atividades, na verdade, alimentam um comércio ilegal, geralmente administrado por pessoas próximas a círculos criminosos e sem escrúpulos. Basta dizer que, para melhorar suas habilidades de canto, alguns desses pássaros são cegados por ferros em brasa e mantidos em condições lamentáveis. Neste caso, os animais apreendidos tiveram mais sorte: depois dos exames de saúde no Centro Médico-Veterinário de Frullone em Nápoles, foram reintroduzidos na natureza pelos funcionários da Polícia Florestal e da Guarda Itália WWF.

Fonte: WWF

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Jornalista freelance, nascida em 1977, formada com honras em Ciência Política, possui mestrado em Responsabilidade Corporativa e Ética e também em Edição e Revisão.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest