Estorninhos, pássaros predadores, invadem o Rio Grande do Sul

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Várias cidades do Rio Grande do Sul enfrentam uma invasão de estorninhos comuns, uma espécie de ave predadora considerada uma praga, confirmaram fontes oficiais nesta sexta-feira.

É sobre o “Sturnus vulgaris” (estorninho comum ou estorninho comum), uma ave não natural da América, que pode destruir plantações agrícolas e transmitir doenças a humanos e animais, além de ser predador de pequenas espécies como besouros, centopéias , borboletas e grilos.

“O primeiro registro da ave no país, considerado invasor por natureza, foi feito em 2014, atualmente sua presença é restrita a municípios vizinhos ao Uruguai”, disse o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis ​​(Ibama) em nota.

Inofensivo na aparência, este pássaro tem cerca de 20 centímetros de comprimento e plumagem preta iridescente, consome um grande número de insetos e outros invertebrados e mata safras de frutas, especialmente uvas, pêssegos, groselhas, tomates e azeitonas.

Eles também são conhecidos por desenterrar colheitas semeadas ou em germinação e por serem transmissores de doenças como gastroenterite e salmonela em humanos (esta última também em aves e gado) e paratuberculose (em gado).

A presença dessas aves foi registrada em áreas rurais de pelo menos cinco municípios do Rio Grande do Sul. O Ibama explicou que a invasão dessas aves é um processo que está em estágio inicial, por isso os especialistas estão coletando informações relacionadas à biologia e à expansão da espécie no país e trabalhando em coordenação com outros órgãos para a adoção das medidas pertinentes.

O combate às invasões biológicas é uma das principais medidas para proteger a biodiversidade nativa do gigante sul-americano e, segundo o Ibama, é um compromisso assumido pelo Brasil após a ratificação da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB).

Fonte: elpaisuy

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest