Vitória! AirFrance diz parar de transportar macacos para testes em veículos da empresa

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A companhia aérea francesa AirFrance anunciou que interromperá o transporte de macacos destinados a laboratórios em seus veículos , assim que expirarem os compromissos contratuais já firmados. Esta é uma vitória histórica para o bem-estar dos animais, que não sofrerão mais os efeitos de viagens aéreas estressantes em pequenas caixas amontoadas no porão do avião.

Isso foi possível graças à longa batalha liderada pela People for the Ethical Treatment of Animals (PETA), associação sem fins lucrativos que trata da defesa e proteção dos direitos dos animais, que ontem divulgou a notícia em seu portal.

Em linha com a sua estratégia corporativa, a Air France decidiu deixar de transportar primatas – lê-se na conta da companhia aérea francesa no Twitter. – Cessará assim que seus atuais compromissos contratuais com organizações de pesquisa expirarem.

Infelizmente, a prática do transporte aéreo de macacos de laboratório sobrevive graças a outras companhias aéreas que ainda não desistiram desse tipo de serviço. Uma delas é a EgyptAir , a companhia aérea nacional egípcia.

Segundo estimativas da PETA, de março até hoje a empresa do Cairo já transportou mais de 5.000 macacos passando pelo aeroporto John Fitzgerald Kennedy de Nova York.

Nos últimos tempos, outra companhia aérea tinha dito para parar o transporte de macacos de laboratório após um terrível acidente que custou a vida de mais de cem macacos: é a companhia aérea nacional queniana Kenya Airways , que desde março passado desistiu de transportar todos os macacos e outros macacos destinados à experimentação no exterior, diminuindo ainda mais o influxo de animais de laboratório para os Estados Unidos.

O que celebramos hoje, porém, é a vitória de uma batalha, não de toda a guerra: enquanto a experimentação de drogas, vacinas e cosméticos em animais for legal, e enquanto for permitido manter os animais fechados em jaulas e submetê-los a experimentos atrozes, não poderemos dizer que fizemos tudo o que pudemos para proteger a saúde dessas pobres criaturas indefesas.

Fontes: AirFrance / PETA

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Com 25 anos e licenciada em Línguas Estrangeiras. Sempre esteve atenta às questões ambientais e visando um estilo de vida eco-sustentável. No seu pequeno caminho tenta minimizar a pegada ambiental com escolhas responsáveis, respeitando a natureza que a cerca.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest