Brasil e outros 5 países se recusaram a assinar o compromisso dos líderes mundiais pela biodiversidade

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

64 países já decidiram se comprometer a reverter a tendência, incluindo a Itália, com o ministro Costa. Mas 6 países não assinaram. E todos eles têm problemas gravíssimos relacionados à perda de biodiversidade, incluindo incêndios, desmatamento e poluição.

 Como sabemos, infelizmente a biodiversidade do nosso planeta está seriamente ameaçada. 64 países já se comprometeram a reverter essa tendência e proteger o grande patrimônio da Terra. No entanto, a Austrália recusou-se a assinar o compromisso dos líderes mundiais com a biodiversidade, juntando-se assim aos Estados Unidos, China, Brasil, Índia e Rússia que já tinham assumido a mesma posição. Existem, portanto, 6 nações que não quiseram se comprometer, todas com problemas gravíssimos relacionados à perda da biodiversidade, que incluem incêndios, desmatamento e poluição.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, disse que se recusou a assinar o compromisso global dos líderes mundiais pela biodiversidade “Compromisso dos Líderes pela Natureza“, já que o plano de 10 pontos requer compromissos considerados inconsistentes com a política de seu governo.

Líderes da França, Alemanha, Canadá, Reino Unido e Nova Zelândia são apenas alguns dos signatários de um compromisso conjunto dos principais governos do mundo com a natureza, lançado na segunda-feira, antes de uma grande cúpula da ONU sobre biodiversidade.

A Itália também está presente entre os 64 países que aderiram ao pacto.

Os líderes também se comprometeram a garantir que “a biodiversidade, o clima e o meio ambiente como um todo” estivessem no centro das respostas à crise econômica causada pela pandemia de Covid-19.

O governo federal australiano foi convidado a assinar esse compromisso, mas recusou, pois o plano exige compromissos considerados inconsistentes com a política do país, incluindo um esforço maior para reduzir a poluição de gases de efeito estufa e atingir zero emissões até 2050.

De acordo com o The Guardian, um porta-voz de Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália, disse:

“A Austrália já se comprometeu a atingir uma meta de emissões zero até a segunda metade do século, conforme estabelecido no Acordo de Paris. Não aceitaremos outras metas a menos que possamos dizer ao povo australiano quanto custará para alcançá-las e como iremos alcançá-las”.

O porta-voz do meio ambiente, Terri Butler, criticou a escolha do primeiro-ministro, pedindo-lhe que explicasse por que a Austrália decidiu não se comprometer com um esforço maior para proteger a vida selvagem.

“A Austrália está em meio a uma crise de extinção, 3 bilhões de animais morreram ou foram deslocados pelos incêndios do verão passado e 12 milhões de hectares de terra foram queimados. Mas o governo de Morrison não acha que temos um problema”, disse Butler.

A porta-voz ambiental do partido Verdes Australianos, senadora Sarah Hanson-Young, disse que uma meta global, semelhante à de Paris, é necessária para conter a rápida perda de biodiversidade. E ela acrescentou que, ao se recusar a assinar o acordo, a Austrália está “perdendo uma oportunidade” de assumir um papel de liderança após a crise do incêndio florestal que acelerou a perda de habitat e vida selvagem.

Infelizmente, a Austrália não é o único país que desistiu. Outras nações já declararam que não assinaram o compromisso. São Estados Unidos, Brasil, China, Rússia e Índia.

Aqui você pode ler o documento com os compromissos assinados pelos líderes.

Fontes: The Guardian / Leaders ‘Pledge for Nature

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest