Esta flor não é apenas uma margarida, mas o inseticida natural mais poderoso do mundo

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A flor que você vê na foto aparentemente parece uma margarida, mas na realidade não é. É o piretro dálmata que contém uma toxina natural que o torna um poderoso inseticida.

Para as pessoas que o coletam, o piretro é absolutamente inofensivo, mas não para os insetos. Na verdade, a flor, e mais especificamente sua parte central amarela, contém uma toxina natural de que não gostam e por isso tem sido usada como um inseticida eficaz e ecológico desde os tempos antigos.

Descoberta na Pérsia por volta de 400 aC, essa flor produz piretrina, um ingrediente ativo que paralisa os parasitas ao atacar seu sistema nervoso central. Essa substância pode ser extraída e usada para criar inseticidas naturais que os agricultores pulverizam nas lavouras para protegê-las de ácaros, formigas e pulgões, sem prejudicar a saúde das pessoas ou o meio ambiente.

O simples cultivo de piretro (Pyrethrum tanacetum ou Chrysanthemum cinerariifolium) também pode ser suficiente para afastar os mosquitos – pólvora parasitas, cuja picada pode espalhar leishmaniose, doença que afeta quase um milhão de pessoas em todo o mundo e que pode até ser fatal se não tratada .

A piretrina também se tornou uma ferramenta poderosa na luta global contra doenças transmitidas por mosquitos, como a malária.

A piretrina é o inseticida mais importante do mundo – disse Joel Maina Kibett, chefe da agricultura no condado de Nakuru (Quênia) – É natural, orgânico e não tem efeitos ambientais. E é fácil de usar.

Dado que agora se sabe quanto dano os pesticidas químicos comumente usados ​​em todo o mundo podem causar à saúde das pessoas e ao meio ambiente, um inseticida natural como o piretro poderia ajudar no objetivo de bani-los de forma cada vez mais definitiva.

Como Ian Shaw, executivo-chefe da Kapi Limited, que produz piretro, explicou:

“A piretrina, que se degrada naturalmente com a luz do sol e com o calor, é uma alternativa ecologicamente correta, pois após 24 horas não sobra mais nada.”

Estudos estão em andamento para determinar se a piretrina também pode ser usada para matar gafanhotos do deserto que estão dizimando plantações na África Oriental.

Fonte: National Geographic 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Jornalista freelance, nascida em 1977, formada com honras em Ciência Política, possui mestrado em Responsabilidade Corporativa e Ética e também em Edição e Revisão.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest