O pica-pau-bico-de-marfim e outros 21 animais oficialmente declarados extintos nos Estados Unidos

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

23 novas espécies de animais e plantas foram oficialmente declaradas extintas pelo Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos. Em um planeta cada vez mais comprometido pelas mãos do homem, é um verdadeiro desafio tentar salvar a biodiversidade

O maravilhoso pica-pau-bico-de-marfim, que até agora povoou as áreas verdes do Arkansas (Estados Unidos), está extinto para sempre, segundo autoridades federais. O mesmo vale para a parula de Bachman , um pequeno passeriforme de peito amarelo, outrora protagonista das migrações entre os Estados Unidos e Cuba, e para muitos outros animais que viveram em diferentes áreas do continente americano.

No total, 22 espécies de animais e 1 espécie de planta foram oficialmente declaradas extintas e retiradas da lista de espécies ameaçadas de extinção – demonstrando o quanto a riqueza da biodiversidade está em perigo devido às atividades humanas. Agricultura intensiva, mineração, agricultura insustentável, exploração dos recursos hídricos, poluição: tudo isso está destruindo os habitats de muitas espécies animais e vegetais, causando seu lento desaparecimento.

Cada uma dessas 23 espécies representa uma perda permanente para o ecossistema de nossa nação e para a biodiversidade global, disse Bridget Fahey , que está encarregada de classificar as espécies de plantas e animais para o Fish and Wildlife Service. – E é um triste lembrete de que a extinção é uma consequência das mudanças ambientais causadas pelo homem.

Entre as espécies extintas estão 11 espécies de pássaros, 8 de moluscos, 2 de peixes, uma espécie de morcego e uma espécie de planta. Muitos deles já estavam seriamente ameaçados de extinção quando a Lei das Espécies Ameaçadas foi promulgada em 1973 : portanto, apesar dos esforços dos ativistas dos direitos dos animais e cientistas, não teria sido possível salvá-los da extinção. Desde a entrada em vigor da lei, 54 espécies foram retiradas da lista de animais em risco de extinção porque as suas populações aumentaram visivelmente, enquanto outras 48 passaram de em perigo de extinção a ameaçadas; infelizmente, porém, 11 outras espécies da lista foram declaradas extintas permanentemente.

Se não houvesse programas de conservação de espécies, muitos outros animais teriam sido declarados extintos. No entanto, muito pode e ainda precisa ser feito para ajudar as espécies ameaçadas de extinção, porque o planeta está mudando muito rápido e os animais são incapazes de se adaptar tão rapidamente a esse habitat em mudança. Em todo o mundo, já foi documentada a extinção de cerca de 902 espécies – mas estima-se que esse número seja muito maior na realidade: na verdade, muitas espécies foram extintas antes que os cientistas conseguissem classificá-las e analisá-las.

Fonte: NPR

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Com 25 anos e licenciada em Línguas Estrangeiras. Sempre esteve atenta às questões ambientais e visando um estilo de vida eco-sustentável. No seu pequeno caminho tenta minimizar a pegada ambiental com escolhas responsáveis, respeitando a natureza que a cerca.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest