O Palácio Real de Caserta é o primeiro local da UNESCO a ter seu próprio protocolo para coleta seletiva de lixo

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Palácio Real de Caserta, uma das obras arquitetônicas mais importantes da Itália, é o primeiro patrimônio da UNESCO a ter também um protocolo ad hoc para coleta seletiva de resíduos, graças à colaboração entre o Município de Caserta e o CONAI (Consórcio Nacional de Embalagens).

O Palácio Real de Caserta lançou inúmeras ações alinhadas à agenda da ONU 2030 – explicou Tiziana Maffei , diretora do Palácio Real. – A sensibilização para os resíduos, a sua gestão adequada e oportunidades de reciclagem é um importante objetivo ao qual se soma a responsabilidade de contribuir com uma estratégia interna direcionada.

O projeto visa desenvolver um plano de recolha seletiva de resíduos dentro do Palácio e informar e sensibilizar os visitantes e colaboradores do sítio monumental sobre a importância da diferenciação dos resíduos como ato de proteção ambiental.

Além disso, o Consórcio Nacional já anunciou a disponibilização do sítio monumental de um sistema de rastreabilidade e pesagem dos resíduos recolhidos, de forma a rastrear a quantidade e natureza dos resíduos produzidos, de forma a fornecer informação útil como base para eventuais iniciativas. redução do mesmo.

Desenvolvemos nossas diretrizes para os sítios da UNESCO com base em uma experiência que tem suas raízes em 25 anos de trabalho – afirma o presidente da CONAI, Luca Ruini. – Estar em Caserta para dar início ao primeiro projeto vinculado a este compromisso é uma grande satisfação. Forneceremos ao Palácio Real de Caserta não só os equipamentos para a correta recolha seletiva, mas também as ferramentas para comunicar eficazmente este novo plano de gestão de resíduos.

O desenvolvimento de modelos de coleção diferenciados também para atrativos turísticos e culturais é fundamental – conclui Fabio Costarella, gerente da CONAI Centro-Sul. – A criação de um sistema diferenciado onde os usuários vêm de todo o mundo, e não apenas fazem parte da cidadania urbana, é essencial para garantir a qualidade da coleta em todo o território.

O esplêndido Palácio Real de Caserta há muito é imitado na Europa e no mundo como um modelo arquitetônico símbolo de realeza e pompa. Esperamos que em breve seja imitado por outros sítios monumentais também por esta iniciativa virtuosa em prol do meio ambiente e da sustentabilidade.

Fonte: Palácio Real de Caserta

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Com 25 anos e licenciada em Línguas Estrangeiras. Sempre esteve atenta às questões ambientais e visando um estilo de vida eco-sustentável. No seu pequeno caminho tenta minimizar a pegada ambiental com escolhas responsáveis, respeitando a natureza que a cerca.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest