Artemis 1: missão à Lua adiada devido a problemas técnicos: quando será remarcada?

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Sem chance. Não haverá retorno à lua, pelo menos por enquanto. Tudo culpa de uma série de problemas técnicos que levaram a NASA a adiar a tão esperada missão Artemis.

As tentativas dos técnicos de resfriar um dos motores do enorme foguete do Sistema de Lançamento Espacial, com 111 metros de altura e 8,4 de diâmetro, no qual está integrada a cápsula Orion, não foram suficientes. No início também se falou da formação de uma rachadura estrutural no palco central do foguete, mas o alarme desapareceu.

De qualquer forma, a equipe não conseguiu resolver o problema a tempo. A missão está, portanto, adiada e muitos se perguntam quando poderemos retomar o início do programa espacial. A próxima data útil indicada pela NASA é a de 2 de setembro, em uma janela de tempo entre 19h48 e 21h48 (horário italiano). Em caso de outros imprevistos, o próximo horário disponível é o de 6 de setembro.

Hoje deveria ter sido um dia memorável para os Estados Unidos, mas também para o nosso continente, que desempenha um papel importante no programa Artemis.

É um momento histórico para a Europa – comentou no Twitter o diretor-geral da Agência Espacial Européia (ESA) Josef Aschbacher – Nesta década a primeira mulher e o próximo homem vão andar na superfície da Lua e a Agência Espacial Européia está construindo o hardware que fornecerá a propulsão para transportá-los e sustentá-los”.

Missão Artemis: objetivos e duração

Artemis 1 será uma missão não tripulada, a primeira de uma longa série que visa trazer humanos de volta à lua depois de meio século. Nesta primeira fase, o objetivo da NASA é testar a confiabilidade e resistência da cápsula Orion – dentro da qual os astronautas serão alojados – em um voo espacial completo ao redor da Lua e retorno ao nosso planeta.

A missão terá duração de 42 dias, durante os quais a cápsula Orion viajará 64.000 km além da Lua, 48.000 km além do recorde da histórica façanha Apollo 13. na primavera de 2024, exatamente no mês de maio, quando uma equipe de astronautas (incluindo provavelmente uma mulher) orbitará o satélite por dias.

Finalmente, no ano seguinte, será a vez da missão mais aguardada: Artemis 3, que trará os humanos de volta ao solo lunar. Durante esta fase, uma estação espacial também será construída na órbita lunar.

Claro que não faltam controvérsias para uma missão que terá um impacto ambiental considerável (como se já não bastasse tudo o que estamos fazendo com a Terra…).

 

Fonte: NASA

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em mídia, comunicação digital e jornalismo pela Universidade La Sapienza, ela colaborou com Le guide di Repubblica e com alguns jornais sicilianos. Para a revista Sicilia e Donna, ela tratou principalmente de cultura e entrevistas. Sempre apaixonada pelo mundo do bem-estar e da bio, desde 2020 escreve para a GreenMe.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest