Os dois pastores alemães de Biden foram expulsos da Casa Branca: Major, por que você mordeu um segurança?

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Major e Champ, os dois pastores alemães do presidente dos EUA, Joe Biden, foram retirados da Casa Branca. O que levou Biden a tomar essa decisão foi o comportamento agressivo de Major, o cachorro adotado de um abrigo pelo casal presidencial em 2018 , que mordeu um segurança na residência presidencial.

Daí a decisão de enviar os dois pastores alemães de volta para Delaware, onde fica a casa particular da família Biden. Tanto o Major quanto o Champ mudaram-se para a Casa Branca logo depois que Joe Biden assumiu o cargo e foram recebidos com grande entusiasmo pelos americanos.

“Fiquei obcecada com a ideia de cuidar de nossos cães porque temos um cão velho e um muito jovem”, disse a primeira-dama Jill Biden na semana passada no “The Kelly Clarkson Show”. – “Eles têm que pegar o elevador, não estão acostumados, e têm que sair no Gramado Sul com muita gente olhando para eles”. Biden também explicou que o único lugar onde os cães não são permitidos são os móveis, embora tenha admitido que pegou Major, de 3 anos, no sofá.

Além de serem muito amados pelo casal presidencial, Champ e Major agora são conhecidos por todos os cidadãos americanos. Pouco antes do dia das eleições, o próprio Biden brincou sobre “vamos permitir que os cães voltem para a Casa Branca” , já que seu antecessor, Donald Trump, não tinha animais de estimação.

No momento ainda não está claro se a transferência dos dois Pastores Alemães será temporária ou definitiva. Esperamos que eles possam retornar à Casa Branca o mais rápido possível!

Fonte: CNN

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Após terminar o bacharelado e o mestrado em tradução, tornou-se jornalista ambiental. Ganhou o prêmio jornalístico “Lidia Giordani”.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest