Por que os gatos sempre sabem em que ambiente estamos, mesmo que não nos vejam

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Mesmo que pareça estar sozinho e não se importando muito com o que acontece no ambiente ao seu redor, o gato está muito atento a todos os nossos movimentos, e é capaz de perceber em qual cômodo da casa estamos apenas ouvindo nosso barulho e contextualizando-o em um “mapa mental” do espaço. É o que emergiu de um novo estudo realizado com felinos, que mostrou que eles possuem o que os cientistas chamam de cognição socioespacial: na prática, um estado em que os animais mantêm padrões mentais da posição no espaço dos demais membros do grupo, mesmo que você não possa vê-los.

Não está claro como essa habilidade é tão desenvolvida em gatos – é por isso que, para tentar entender um pouco mais, uma equipe de pesquisadores japoneses da Universidade de Kyoto conduziu um belo experimento envolvendo alguns gatos domésticos. Os animais foram colocados em uma sala familiar na companhia de um repetidor Bluetooth, enquanto um segundo repetidor foi colocado fora da sala. Em seguida, os pesquisadores colocaram em ação algumas combinações de lugar e som para testar as habilidades socioespaciais dos felinos: por exemplo, um dos repetidores transmitiu uma gravação da voz do dono do gato e, alguns segundos depois, o outro repetidor também. localizado em outro lugar fez o mesmo.

Os resultados observados mostraram que os gatos se surpreenderam ao ouvir a voz humana em um local inesperado, como se o dono tivesse sido “teletransportado” – explicam os pesquisadores. – Também interessante é o fato de que os felinos não reagiam dessa forma se outros sons que não a voz do dono viessem dos repetidores. Esses resultados sugerem que o gato possui uma representação mental da posição do dono, mesmo que ele não a veja, demonstrando que possui cognição socioespacial.

@ PLOS One

Segundo os pesquisadores, não ficou claro nos testes se os gatos se surpreenderam com a presença do dono em local inesperado, ou melhor, com sua ausência no local esperado – razão pela qual já estão previstos mais estudos sobre o assunto, que pode demonstrar melhor o funcionamento, mapas mentais e consciência espacial dos felinos.

Fonte: PLOS One

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Com 25 anos e licenciada em Línguas Estrangeiras. Sempre esteve atenta às questões ambientais e visando um estilo de vida eco-sustentável. No seu pequeno caminho tenta minimizar a pegada ambiental com escolhas responsáveis, respeitando a natureza que a cerca.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest