Cuidado com os carrapatos! Verifique também na boca dos seus amigos de quatro patas

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Os carrapatos representam uma grande ameaça para nossos amigos de quatro patas e, com a chegada do verão, é mais comum encontrá-los em nossos cães e gatos. São parasitas nem sempre visíveis a olho nu e extremamente habilidosos em se esconder no pelo dos animais, capazes de se posicionar em pontos estratégicos, onde é mais fácil sugar seu sangue.

Encontrá-los nem sempre é fácil, na verdade. Eles também costumam se esconder nas gengivas e dentes de nossos cães. Por isso é fundamental lembrar de sempre dar uma olhada na boca também. A picada de carrapatos pode transmitir doenças graves, infelizmente até letais e, em alguns casos, também pode ser perigosa para os humanos.

Como reconhecer carrapatos

Existem centenas de espécies de carrapatos no mundo, mas geralmente possuem características comuns. As larvas de carrapatos, ninfas e carrapatos adultos são todas capazes de morder e, portanto, perigosas, mas diferem em alguns aspectos:

  • As larvas são do tamanho de um grão de areia e parecem pontos vermelhos ou pretos
  • As ninfas são um pouco maiores que as larvas (aproximadamente do tamanho de uma semente de gergelim)
  • Os carrapatos adultos em jejum são do tamanho de uma semente de maçã esmagada e geralmente são de cor marrom, com uma área mais escura ao redor da boca, enquanto após uma refeição são consideravelmente maiores que os carrapatos em jejum e medem cerca de 1 cm.
carrapato

@photodeti/123rf

Como encontrar carrapatos em cães e gatos

Verificar regularmente o seu animal de estimação, especialmente no verão, é muito importante para identificar a presença desses parasitas perigosos. Existem alguns pontos estratégicos preferidos pelos carrapatos:

  • O pescoço e as orelhas
  • As patas (especialmente entre os dedos)
  • A cabeça e o focinho
  • Cauda
  • A região da virilha e a região perianal
  • A boca (gengiva e dentes são muitas vezes esquecidos, mas os carrapatos também se escondem lá).

Não se esqueça de verificar cuidadosamente sob a coleira ou outros acessórios, que se transformam em esconderijos perfeitos para esses perigosos parasitas.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest