Na China, milhares de cães e gatos estão prestes a serem abatidos por sua carne

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Capturados nas ruas, empilhados uns sobre os outros em pequenas gaiolas com as patas e focinhos amarrados para que os cães não possam latir ou tentar escapar, mas apenas ganir enquanto esperam ser torturados e mortos atrozmente.

Eles são esfolados em agonia depois de serem brutalmente espancados, abatidos e cozidos vivos para vender sua carne em barracas tradicionais. Isto é Yulin, um inferno mais do que um festival.

As imagens que circulam na rede causam arrepios. Começou no início de junho a incursão de cães e gatos prontos para serem abatidos para as comemorações que, a partir do solstício de verão de 21 de junho, continuarão por 10 dias no festival da carne de cachorro de Yuli .

Um horror que associações, ativistas dos direitos dos animais e pessoas famosas de todo o mundo tentam parar há anos com manifestações, protestos e petições, mas que, apesar da pressão internacional, se repete a cada 21 de junho.

As ruas da Região Autônoma de Guangxi estão repletas de visitantes prontos para provar pratos de carne de gato e cachorro, embora o consumo disso não seja tão difundido na Ásia quanto se poderia pensar.

Em uma pesquisa de 2020, 75% dos chineses disseram ser a favor da proibição da carne de cachorro e gato, como aconteceu na cidade de Shenzhen. No entanto, ainda este ano, Yulin está prestes a começar de novo.

Os números são inimagináveis. De acordo com a Humane Society International , mais de 10.000 cães e gatos são abatidos todos os anos no Festival de Yulin. A maioria é de rua, alguns são arrebatados de seus donos, roubados de casas particulares.

Não apenas Yulin

Embora a crueldade do Festival de Yulin horrorize o mundo inteiro, Yulin infelizmente não é o único evento em que cães e gatos são abatidos da maneira mais brutal. Na Coreia do Sul, a carne de cachorro e gato é consumida especialmente no BokNal, os dias mais quentes do verão.

Em muitos outros estados, incluindo  Camboja e Vietnã, os aldeões continuam a matar cães e gatos para os restaurantes servirem suas carnes.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest