Você acha que está agradando, mas o seu cachorro odeia quando você faz essas 3 coisas

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Podemos pensar que somos super charmosos em certos momentos, quando na verdade estamos sabotando nossos relacionamentos com nossos animais de estimação.

Aqui estão três coisas que você pode achar fofas, mas seu cão quer que você pare de fazer:

Quebrar suas próprias regras

Os cães prosperam com uma rotina definida. Refeições programadas no mesmo horário todos os dias permitem que eles saibam que podem confiar em você e aliviam qualquer ansiedade sobre sua sobrevivência.

“Se não assumirmos o papel de liderança da perspectiva de um cão, eles acreditam que sua única opção é assumir o papel eles mesmos”, explicou Sarah-Anne Reed, treinadora holística de cães da Healthy Paws Pet Insurance, ao site PureWow. Então, você precisa definir as regras e cumpri-las.

Por exemplo, digamos que você tenha definido que seu cachorro não pode subir no sofá, mas você teve um dia ruim e quer abraçá-lo sem sacrificar seu lugar privilegiado no sofá. Você pensa consigo mesmo: “Só desta vez”, ao convidá-lo para ficar ao seu lado.

Parece fofo, mas você acabou de destruir a rotina dele e a regra que você provavelmente trabalhou duro para estabelecer. A partir de agora, seu cachorro assumirá que ele pode ficar no sofá, esteja você de bom humor ou não.

Da próxima vez que ele aparecer lá e você o repreender, ele ficará ainda mais nervoso e confuso. Será que ele realmente pode confiar em você? Você está mesmo no comando? Quebrar suas próprias regras faz com que ele questione sua liderança.

Alimentá-lo com tudo, em qualquer lugar, o tempo todo

Muita comida não é saudável. Alimentar regularmente os cães com restos de comida, guloseimas especiais ou mudar sua dieta com base nas tendências não é bom para seu cachorro, apesar de parecer uma forma de mimo.

Alimentos de humanos causam problemas de saúde em cães

Alimentar os cães com restos de comida é uma ótima maneira de causar problemas intestinais ao seu cão. Alimentos cozidos em óleos, temperados com certos temperos ou contento ingredientes tóxicos (como cebolas ou passas) podem causar danos irreparáveis ou, no mínimo, diarreia e vômito.

Petiscos “especiais” devem ser especiais

As guloseimas diárias devem ser dadas com moderação e ter poucas calorias. No entanto, as guloseimas “especiais” devem ser reservadas para sessões de treinamento difíceis ou eventos assustadores, como visitas ao veterinário. As frutas que os cães podem comer são boas de vez em quando para complementar uma dieta saudável e equilibrada.

Mudar a dieta do seu cão de repente é perigoso

Existem toneladas de opções de planos de refeições inovadoras para cães por aí no momento. Isso aconteceu à medida que a indústria de alimentos para animais de estimação se tornou mais transparente sobre os ingredientes dos alimentos tradicionais para cães.

No entanto, mudar a dieta do seu cão de repente ou constantemente experimentar a marca mais nova é uma receita para o desastre. Estômagos caninos precisam de tempo para se ajustar a diferentes fórmulas.

Por isso, antes de qualquer mudança, marque uma consulta com seu veterinário. Se você receber o aval, introduza o novo plano de refeições gradualmente.

Torná-los o centro das atenções

Muitos cães adoram atenção. Mas nem todos e, até mesmo os que gostam, podem não apreciar tanto a atenção constante. É importante prestar atenção aos sinais do seu cão e aprender a falar sua linguagem do amor.

Alguns filhotes ficam cansados ​​de estranhos, desconfiam de novas pessoas ou não querem ser forçados a participar de uma festa. Barulhos e cheiros estranhos podem ser exaustivos ou assustadores. Se você estiver dando uma festa, certifique-se de que há um espaço para o qual seu cão possa se refugiar se ele ficar sobrecarregado.

Embora a socialização seja a chave para um cão feliz e saudável, muitas apresentações de uma só vez podem sair pela culatra. Leia a linguagem corporal do seu cão em busca de sinais de que ele está chegando ao limite.

Tornar seu cão o centro das atenções quando você sai de casa e chega em casa pode criar ansiedade de separação. Se o seu cão espera petiscos, comida, uma caminhada, brincadeiras e beijos assim que você passar pela porta, o comportamento dele enquanto você estiver fora pode se tornar destrutivo.

Fonte: MSN

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest