Planta do Suicídio: descoberto o segredo da planta mais dolorosa do mundo

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Um estudo publicado na revista  Science Advances revela o segredo da planta mais dolorosa do mundo, a urtiga gigante da Austrália, mais conhecida pelo preocupante nome de “Planta dos Suicídios“. Felizmente, não tem nada a ver com as urtigas que todos conhecemos, até a aparência é diferente.

Seu nome científico é Dendrocnide Moroides, e está presente principalmente na Austrália. É reconhecido por ter grandes folhas em forma de coração, com bordas dentadas e coberta por pelos pontudos. Esses fios liberam uma neurotoxina letal assim que tocados. Começa então uma sensação de queimação excruciante e a área afetada fica coberta de manchas vermelhas que formam uma borda inchada da mesma cor.

Qualquer pessoa que tenha entrado em contato com a planta conta detalhes angustiantes. Tanto que, ao longo do tempo, surgiram inúmeras lendas, segundo as quais a dor insuportável que essa planta causa teria levado homens e animais ao suicídio. Pelos relatos, a dor se assemelha à um prego cravado na carne durante semanas, como definiu o biólogo da Universidade de Queensland, Edward Gilding.

Se até agora sua letalidade permanecia, pelo menos em parte, um mistério, este novo estudo mostrou que as toxinas liberadas atacam uma molécula envolvida na percepção da dor em mamíferos e interferem na condução do sinal de dor, que é desativado, persistindo muito mais tempo do que o normal.

Fonte: Science Advances

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest