Usar o smartphone tem um efeito benéfico inesperado na memória que surpreendeu até os cientistas

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Estamos acostumados a pensar em smartphones e dispositivos digitais como ferramentas que tornam a mente preguiçosa, fazendo com que percamos habilidades de cálculo ou de memória.

Na realidade parece não ser o caso. Pelo contrário, de acordo com um novo estudo realizado por pesquisadores da University College London, o uso de smartphones pode até ajudar a melhorar a memória.

Os resultados da pesquisa, recém publicados no Journal of Experimental Psychology: General e ainda revisados ​​por pares, mostraram como os dispositivos digitais são capazes de ajudar a lembrar informações importantes e, de certa forma, “livrar” a memória para manter em mente mesmo questões menores que tendemos a esquecer mais facilmente.

Resultados que surpreenderam os próprios pesquisadores, porque os neurocientistas expressaram repetidamente preocupações sobre o uso excessivo da tecnologia hoje e como isso pode afetar negativamente as habilidades cognitivas.

Este estudo envolveu 158 pessoas com idades entre 18 e 71 anos, que foram solicitadas a realizar testes de memória em dispositivos touchscreen. Os participantes viram uma dúzia de círculos que receberam um valor diferente e que, dependendo do valor, tiveram que ser movidos corretamente para a direita ou para a esquerda.

Em metade dos testes, os participantes só podiam contar com a memória, enquanto na outra metade podiam fazer anotações no aparelho.

Claramente o exercício ficou mais simples quando se deu a oportunidade de anotar o valor dos círculos, mas o que surpreendeu foi que no final do experimento, os participantes se lembraram melhor dos círculos de menor valor do que dos de maior valor.

Segundo os pesquisadores, esse resultado mostra que, se as pessoas têm a capacidade de salvar informações importantes em um dispositivo, podem esquecê-las e “liberar” sua memória para questões menos importantes, mas não inúteis.

Na prática, o uso do dispositivo teria mudado a forma como as pessoas usavam a memória para armazenar informações mais ou menos importantes. Se a memória é usada para lembrar informações muito relevantes, as menos relevantes são esquecidas.

Os pesquisadores concluíram, portanto, que o uso de smartphones não apenas não danifica a memória, mas pode até torná-la mais eficiente. Tenha cuidado, no entanto, para fazer backups regulares de informações importantes confiadas ao smartphone, caso contrário, em caso de falha, você acabaria com apenas dados insignificantes.

Fonte: Journal of Experimental Psychology: General

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em Ciências e Tecnologias Herbárias, editora web desde 2013, ela publicou "Sabonetes e cosméticos DIY", "O sábio do trabalhador manual" e "A cebola do trabalhador manual" para as edições Age of Aquarium.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest