Kansai: o ranking dos lugares mais bonitos para admirar as cores do outono no Japão

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Aqui vamos mostrar os 8 parques e jardins para visitar no outono, na região japonesa de Kansai, para vivenciar a magia da folhagem.

No Japão, o outono é uma visão deslumbrante. Nesse período, a Natureza se veste com mil tons quentes de amarelo, vermelho e laranja e as folhas caídas criam tapetes coloridos sobre os quais se pode caminhar. Para aqueles que amam as cores do outono, Kansai , o coração espiritual do país, é sem dúvida uma das regiões mais adequadas. Esta área do Japão abriga parques maravilhosos, templos e ruas de pedra características e no período entre setembro e novembro a atmosfera se torna ainda mais mágica.

Vamos descobrir quais são os locais imperdíveis nesta região para admirar a folhagem.

Parque do Castelo de Osaka

O Castelo de Osaka, não muito longe do centro da cidade, é cercado por 106 hectares de parque, onde há centenas de árvores, principalmente cerejeiras e damascos. Aqui, o outono é de tirar o fôlego. Para os habitantes das redondezas é um pequeno oásis para se desconectar da rotina diária, andar de bicicleta ou correr. A melhor época para desfrutar das cores evocativas do outono vai do início de novembro até a primeira quinzena de dezembro.

Parque Minoo (Osaka)

Também em Osaka existe outro belo parque, um dos menores do Japão: o Parque Minoo, que se estende por 8 hectares. A trilha principal tem cerca de 3km de extensão e atravessa um vale ao longo do Rio Minoo e chega a uma bela cachoeira com mais de 30m de altura, considerada a principal atração do parque. Este ponto é o lugar perfeito para admirar a folhagem, a partir do início de novembro.

Templo Bishamon-do (Tóquio)

A natureza ao redor do templo budista de Bishamon-do, localizado em Tóquio, é uma profusão de cores na primavera e no outono. Aqui você pode caminhar, respirando fundo, rodeado de bordos, azaléias, cerejeiras e muitas outras árvores. Nos degraus de pedra que conduzem ao templo, um maravilhoso tapete de folhas com tons avermelhados se forma no outono.

Nara Park

Também conhecido como Deer Park, o Nara Park cobre mais de 500 hectares. É uma parada imperdível para quem visita Kansai, principalmente no período da primavera, quando as cerejeiras estão em flor, e no outono, quando a folhagem dá vida aos bordos e o antigo Gingko Biloba cria uma atmosfera melancólica e quase surreal. Dentro do parque vivem dezenas de veados, muito simpáticos aos visitantes. Para deixar tudo ainda mais impressionante é o reflexo das folhas amarelas e vermelhas, que se refletem na lagoa do Daibutsu.

Jardim Genkyu-en (Shiga)

Outro local imperdível em Kansai no outono é o Jardim Genkyu-en, localizado na província de Shiga, na margem oriental do Lago Biwa. Nos meses de outono o ambiente é verdadeiramente mágico, graças à iluminação noturna que destaca as magníficas cores da folhagem. Recomendamos que você visite em novembro.

Arashiyama (Tóquio)

Aninhada entre colinas verdes, Arashiyama é uma área rica em história e paisagens encantadoras. Representa uma das áreas turísticas mais populares de Tóquio. Ao longo do rio Katsura, no outono, as árvores dão vida a uma moldura colorida. Para admirar a beleza da folhagem do vale, você pode fazer um passeio de barco em Kameoka ou pegar um trem na linha ferroviária turística de Torokko. Uma experiência única para fazer entre novembro e dezembro!

Jardins Kobe Nunobiki (Hyogo)

O maior jardim de ervas do Japão está localizado em Kobe, província de Hyogo. Daqui a vista sobre a cidade é encantadora. Se não sofre de vertigens, a melhor forma de admirar a folhagem da serra é apanhar o teleférico, suspenso a 330 metros de altura.

Jardim Momijidanil (Wakayama)

Também imperdível é o Jardim Momijidani, localizado ao norte da torre do Castelo de Wakayama. Este lugar encanta em qualquer época do ano, mas a estação mais bonita certamente é o outono, quando é possível admirar os bordos vermelhos que dão vida a cenários de cartão-postal. Se você quiser admirar este espetáculo, visite o Jardim Momijidani entre o final de outubro e novembro.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em mídia, comunicação digital e jornalismo pela Universidade La Sapienza, ela colaborou com Le guide di Repubblica e com alguns jornais sicilianos. Para a revista Sicilia e Donna, ela tratou principalmente de cultura e entrevistas. Sempre apaixonada pelo mundo do bem-estar e da bio, desde 2020 escreve para a GreenMe.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest