Bullet Journal, o “KonMari” que colocará seus pensamentos em ordem

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Se você ainda não sabe o que é um Bullet Journal – também chamado de BuJo – nós lhe contaremos. É um caderno simples que pode colocar as suas ideias em ordem e mudar a sua vida.

O Bullet Journal é muito mais do que uma agenda útil para organizar o seu dia, pode-se dizer que é um método que pode mudar positivamente a sua vida. Basta um caderno e uma caneta para começar a usar o BuJo. Alguns podem confundi-lo com um diário cheio de rabiscos, palavras e símbolos confusos, mas na verdade é uma prática de atenção plena de como investimos nosso tempo e energia, disfarçada de um sistema de produtividade frutífero.

O BuJo é considerado por milhões de pessoas como a melhor forma de planejar, refletir e meditar; não é por acaso que é referido como o “KonMari das ideias” porque o mais importante, como no método de Marie Kondo, é o processo e não o resultado final. Ryder Carroll, seu criador, diz que esse método ajuda a viver uma vida mais produtiva e significativa. 

O que é um diário com marcadores?

bullet-journal

©Nilnanni200/Shutterstock

O bullet journal transforma a organização caótica de sua vida em um sistema simplificado que o ajudará a ser mais produtivo e a atingir seus objetivos pessoais e profissionais. A principal diferença de um diário tradicional é que ele não possui uma configuração padrão, mas você escolherá, de acordo com uma estrutura básica sugerida pelo criador, como organizá-lo de acordo com suas necessidades.

“Ao atualizá-lo diariamente, você aprenderá a se livrar de coisas que distraem e a adicionar coisas importantes para você”, diz Carroll, o criador do método BuJo.

Origem do Bullet Journal

Por trás desse sistema organizacional está Ryder Carroll, um designer com transtorno de déficit de atenção que precisava trazer ordem ao caos de sua vida diária. Depois de inicialmente compartilhar o método com amigos próximos, com o tempo ele se torna cada vez mais viral graças às redes sociais e hoje é uma tendência mundial com milhares de seguidores.

Graças a Carroll e seu método Bullet Journal, milhares de pessoas puderam clarear suas mentes e permanecer focadas no que é importante, prestando atenção e não sucumbindo às distrações do dia a dia.

Guia básico para fazer seu primeiro Bullet Journal

A melhor maneira de começar é entender quais são seus desafios. Carroll recomenda começar com uma pergunta: “O que você gostaria que o BuJo fizesse por você?”  Depois de ter uma ideia geral, construa um sistema que se adapte às suas necessidades e habilidades artísticas.

Como iniciar o seu Bullet Journal

Escolha o bloco de notas para o seu Bullet Journal. Pode ser qualquer tipo de caderno (branco, pautado, quadrado), mas lembre-se que ele o acompanhará por um semestre ou um ano, então compre um que goste.

Como planejar o conteúdo do Bullet Journal

Cada BuJo deve incluir essas seções na seguinte ordem:

Índice: Esta seção deve ser a primeira página do BuJo e atua como um resumo com os números das páginas para as diferentes coleções e a legenda dos símbolos que você usará para distinguir os diferentes tipos de atividades. Você deve sempre atualizá-lo à medida que é usado.

Registro do Futuro: Esta seção de pelo menos quatro páginas é um calendário anual com eventos, metas e atividades de longo prazo. Adicione aniversários, planos de viagem, a lista de livros que você gostaria de ler e os principais feriados.

Registro mensal: Esta seção de pelo menos duas páginas inclui um calendário com uma visão da programação do mês e uma página de atividades com as coisas que você deseja abordar durante o mês. Você pode adicionar mais páginas com módulos mensais para manter seus registros de alimentação, fitness ou contabilidade em ordem.

Registro diário: esta será sua lista de tarefas diárias.

 Os símbolos usados ​​no diário de marcadores

bullet-journal

©menvrillito

Além disso, você deve criar uma legenda de símbolos que atenda às suas necessidades. Se você quer ser um profissional BuJo, Carroll recomenda usar os seguintes símbolos simples:

  • Tarefas: •
  • Eventos: O
  • Notas (fatos, ideias e observações):  –
  • Prioridade: *
  • Inspiração (mantra, insights e ideias): !

BuJo, quando começar?

Você pode começar quando quiser, hoje, amanhã, em três meses. O Bullet Journal é personalizável, o que significa que você pode iniciá-lo a qualquer momento, basta ajustar o registro futuro de acordo com a linha do tempo.

Um último ponto muito importante de Carroll é que seu BuJo não precisa ser uma obra-prima, não importa sua aparência. O que importa é como isso o fará se sentir e quão eficaz será para fazer com que você alcance as coisas que realmente importam Pronto para experimentar este método?

Fonte: Bullet Journal

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest