Nos 110 anos de Nelson Rodrigues, conheça 8 obras do autor que você deve ler

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Nelson Rodrigues produziu polêmica ao desvelar um palco de paixões, traições, mortes, dramas, felicidades e tragédias em sua ampla produção (escreveu peças, romances, folhetins e crônicas). Longe da unanimidade, que apregoava ser burra, foi censurado pela ditadura militar mesmo sendo um autodeclarado reacionário, evidenciado por suas posições políticas explicitadas em seu texto, de linguagem e apelo populares. Com os dois dedos com que batia na máquina de escrever retratou a violência da época contra as mulheres em forma de obscenidade e deboche.

“Eu não digo que toda mulher gosta de apanhar, só as normais. As neuróticas reagem”,

declarava Nelson Rodrigues, nascido no Recife em 1912, mas criado no Rio de Janeiro.

Identificando-se como um moralista e reacionário (nome de um de seus livros), serviu de referência para os conservadores da época ao mesmo tempo em que desmistificava a imagem “normal” da instituição familiar, expressando a mistura explosiva de desejo e tragédia que acomete vidas cotidianas, razão pela qual teve textos censurados pela ditadura, sem deixar de apoiá-la em grande medida. Como em um enredo que tivesse criado, teve seu filho preso pelo regime, para logo mais tarde defender a anistia ampla e irrestrita.

A doença e a morte também estão recorrentemente presentes em suas histórias, incluindo várias passagens autobiográficas, sem contar sua ligação com o futebol, em especial com o Fluminense, do qual era torcedor.

“Torcer é dar razão a quem não tem”, dizia.

Com o amplo espaço que dispunha na imprensa de então para tratar desses e outros temas, acabou projetado nacionalmente. Em um tempo sem redes sociais, o conteúdo produzido pelo anjo pornográfico, conforme o definiu o biógrafo Ruy Castro, era discutido em diferentes partes do território. Falecido na capital fluminense em 1980, Nelson Rodrigues é um dos autores mais adaptados da dramaturgia nacional, seja no cinema (“Toda Nudez Será Castigada”), no teatro (“Vestido da Noiva”) ou na televisão (“A Vida como Ela É”).

Abaixo colocamos algumas sugestões para você conhecer ou aprofundar seus conhecimentos sobre um autor que até hoje continua gerando grandes debates e discussões acaloradas com suas frases e histórias intrigantes e incitadoras.

Os preços foram consultados em agosto/22 e podem variar.

Álbum de Família

Traição, incesto, ciúme, morte são algumas das tragédias que se apresentam na obra, a terceira escrita pelo dramaturgo, taxado de autor maldito por setores da sociedade devido ao conteúdo que desmistificava a instituição familiar em seu sentido mais conservador. O texto levou 22 anos entre sua finalização e estreia, tendo sido censurado pela ditadura militar.

Compre aqui

A Vida Como Ela É… Em 100 Inéditos

O livro reúne cem textos da histórica série criada pelo autor, sucesso desde a estreia nos anos 1950 e durante os dez anos em que foi publicada no jornal Última Hora. Os contos, boa parte deles oscilando entre o desespero e a graça, partem de situações cotidianas e aparentemente triviais para desvelar sentimentos profundos junto do contexto social e moral da época.

Compre aqui

O Casamento

Um retrato de uma sociedade decadente e a hipocrisia de personagens convivendo no contexto familiar e urbano estão amplamente expressos ao longo da obra, a única de Nelson Rodrigues escrita originalmente como romance. O livro foi o primeiro a ser censurado pela ditadura militar pelo conteúdo que atacaria a honra das famílias brasileiras.

Compre aqui

O Reacionário

Com prefácio do sociólogo Gilberto Freyre, esta edição traz 130 crônicas publicadas entre 1967 e 1974 no Correio da Manhã e O Globo. Último livro de Nelson Rodrigues, que o intitula com um dos termos pelos quais mais foi chamado durante a vida, tem no conteúdo sublinhado o tom polemista do escritor ao retratar sua época.

Compre aqui

Toda nudez será castigada

O texto estreou em 1965 sendo apontado por críticos como uma das peças mais amargas de Nelson Rodrigues. O casamento de Herculano e a prostituta Geni, os conflitos advindos da relação e uma traição envolvendo o filho são os fatos desenrolados até a dissolução familiar. O enredo também foi adaptado ao cinema.

Compre aqui

Teatro Completo Nelson Rodrigues (box com 2 volumes)

A edição organizada pelo crítico Sábato Magaldi nos anos 1980, sob a supervisão do próprio Nelson Rodrigues, traz as 17 peças escritas pelo autor ao longo de quarenta anos. No primeiro volume estão as chamadas peças psicológicas e peças míticas. No segundo, as tragédias cariocas. Inclui fotos de montagens históricas e textos críticos.

Compre aqui

Só os Profetas Enxergam o Óbvio

“Em vez de eu trabalhar pra fazer as frases, as frases trabalham pra mim”. A capacidade de criar definições e expressar situações complexas em poucas palavras e com impacto foi uma das marcas de Nelson Rodrigues, considerado por muitos como um dos grandes criadores de bordões da literatura nacional. No livro, muitos deles estão presentes.

Compre aqui

Fonte: Uol

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest