Perda para a luta contra o racismo, Zindzi, filha de Mandela, morre em Joanesburgo 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

O líder político e ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, morreu há 7 anos, e, hoje, a família do importante ativista dos direitos dos negros, perdeu mais um membro importante.

Zindziswa, Zindzi Mandela, filha mais nova de Mandela e de Winnie Madikizela, faleceu na manhã dessa segunda-feira, dia 13, em um hospital de Joanesburgo, aos 59 anos. A causa da morte não foi divulgada.

Em 2014, Zindzi fora nomeada embaixadora da África do Sul na Dinamarca e, como seu pai, passou a vida inteira a serviço da liberdade e do compromisso contra a discriminação racial.

Zindzi ganhou destaque internacional ao ler a carta de Mandela recusando uma oferta de libertação condicional da prisão, em 1985, feita pelo então presidente da África do Sul, PW Botha. O ativista ficou preso 27 anos.

Sua filha atuou como vice-presidente do Congresso da Juventude de Soweto e foi da ala clandestina do partido do Congresso Nacional Africano (ANC).

A Fundação Mandela, porta-voz da família, informou que os preparativos para o funeral de Zindzi serão anunciados essa semana.

Talvez te interesse ler também:

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Paulistana formada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro, tem o blog Mamãe me Cria e escreve para GreenMe desde 2017.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest