Professor liberta meninas de casamentos forçados e ganha o “Prêmio Nobel” do ensino

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

O vencedor do Global Teacher Prize 2020 vem de uma vila na Índia. Seu nome é Ranjitsinh Disale e ele foi premiado não só por suas habilidades no ambiente escolar, mas principalmente por ter mudado a vida de seus pequenos alunos da Escola Primária Zilla Parishad, no estado de Maharashtra. Nesta área da Índia a prática de noivas infantis ainda é muito comum e as meninas, exceto em alguns casos raros, não podem ir à escola. Mas Ranjitsinh Disale conseguiu revolucionar a situação. Graças aos seus esforços, hoje todas as meninas da aldeia assistem às aulas e nenhuma delas é forçada a viver o drama de um casamento menor de idade.

Ao receber o prestigioso prêmio, o professor surpreendeu a todos, declarando que gostaria de dividir o prêmio de um milhão de dólares com os outros nove colegas que chegaram à final. Nos seis anos de história do Prêmio Professor Global, isso nunca havia acontecido. Com estas palavras Ranjitsinh Disale expressou sua gratidão, anunciando sua intenção:

“A pandemia COVID-19 ameaçou o sistema educacional e as comunidades que atende de várias maneiras. Mas, neste momento difícil, os professores estão fazendo o possível para garantir que todos os alunos tenham acesso a uma boa educação como seu direito básico. Os professores são os verdadeiros agentes de mudança que estão transformando a vida dos jovens com giz na lousa e desafiando os alunos para novos objetivos, sempre com confiança em dar e compartilhar. E, portanto, tenho o prazer de anunciar que compartilharei 50% igualmente entre meus colegas finalistas para apoiar seu incrível trabalho. Acredito que juntos podemos mudar o mundo porque compartilhar é crescer”.

Graças à generosidade de Ranjitsinh Disale, os outros finalistas receberão cerca de US$ 55.000 cada.  O prêmio é instituído pela Fundação Varkey, que premia os professores que contribuíram notavelmente para a profissão.

“Um gesto tão grandioso mostra ao mundo o que é um indivíduo exemplar e altruísta como Ranjit. Não poderia haver modelo melhor para os professores de Ranjit. – Declarou Carlo Mazzone, finalista italiano. – No ano da COVID, que tem submetido as escolas de todo o mundo a desafios inimagináveis, é um símbolo brilhante do incrível trabalho que os professores realizam. É por isso que eu e os outros finalistas temos tanto orgulho de chamá-lo de nosso amigo. Obrigado Ranjit ”.

Ranjitsinh Disale foi selecionado entre mais de 12.000 candidatos de cerca de 140 países ao redor do mundo.
Devido à pandemia de Covid-19, o anúncio foi feito pelo comediante e escritor britânico Stephen Fry em uma cerimônia virtual transmitida pelo Museu de História Natural de Londres. Durante a cerimônia de premiação, a Varkey Foundation anunciou o novo Chegg.org Global Student Prize, um gêmeo (US$ 50.000) do Global Teacher Prize dedicado aos alunos, que aceitará inscrições e indicações no próximo ano. O Global Student Prize criará, portanto, uma nova plataforma para destacar os esforços dos alunos que se dedicam ao estudo, contribuindo significativamente para a nossa sociedade.

O compromisso de Ranjitsinh Disale em mudar a vida de seus alunos

Quando Ranjitsinh Disale chegou ao Zilla Parishad Elementary School em 2009, a situação era catastrófica para dizer o mínimo. A maioria das meninas veio de comunidades tribais onde a frequência escolar era próxima a 2% e o casamento entre adolescentes era comum. Ranjitsinh teve que superar muitos obstáculos, começando pelo aprendizado da língua local, mas imediatamente mostrou grande determinação e força de vontade. Além de traduzir livros didáticos para a língua materna de seus alunos, ele fez uma verdadeira revolução graças ao uso de códigos QR em livros, que permitiam aos alunos acessar poemas de áudio, vídeo-aulas e exercícios de vários tipos.

Ranjitsinh-Disale

Screengrab/Twitter

A escola Zilla Parishad foi a primeira no estado de Maharashtra a adotar livros com código QR e, em 2017, o Ministério da Educação do estado anunciou a introdução desta pequena grande revolução em todas as escolas.  Ranjitsinh também se preocupa com suas histórias e tenta orientá-los para lidar melhor com os problemas que surgem no dia a dia.

O impacto das intervenções de Ranjitsinh foi extraordinário: agora finalmente na aldeia não há mais casos de adolescentes forçados ao casamento e 100% das meninas vão às aulas. A escola também foi premiada recentemente como a melhor do distrito: cerca de 85% de seus alunos obtiveram notas máximas em exames anuais. E não só. Uma menina da aldeia conseguiu frequentar a universidade e se formar, realizando o que permaneceria apenas um sonho impossível antes da chegada de Ranjitsinh.

O que dizer? Parabéns, Mestre Ranjitsinh!

Fontes: Prêmio Global para Professores 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest