Justiça para o clima e para os indígenas! Solicita-se a sentença de Bolsonaro, acusado de crimes contra a humanidade

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Desde sua eleição, Bolsonaro literalmente devastou a floresta amazônica de forma implacável , colocando em risco a sobrevivência de tribos indígenas e além. Seu lugar não pode mais ser à frente do Brasil, mas na prisão.

O presidente Jair Bolsonaro, um dos líderes mundiais que atualmente participa da COP26 , foi condenado ao Tribunal Penal Internacional de Haia por crimes contra a humanidade. AllRise, uma organização austríaca sem fins lucrativos – formada por cientistas e advogados – fundada para denunciar crimes ambientais em todo o mundo, está pedindo isso. Mas nos últimos meses as acusações contra o líder brasileiro se multiplicaram.

 

O pedido dos ativistas AllRise

“Falsifica os dados e destrói intencionalmente a floresta amazônica ao acelerar as mudanças climáticas”, explicam os ativistas do AllRise, que ontem nas paredes do Centro de Ciências de Glasgow projetaram imagens do presidente brasileiro atrás das grades. As barras, verdes como a floresta amazônica, eram compostas pelas palavras “a justiça está chegando”.

Segundo Allrise, que lançou recentemente a campanha global “O Planeta Vs”, o governo Bolsonaro é a causa de uma aceleração devastadora do desmatamento na Amazônia e do conseqüente aumento das emissões que serão a causa de cerca de 180.000 mortes pelo calor até 2100 ( baseado em um estudo realizado por climatologistas da Universidade de Oxford).

E mesmo que o desmatamento da Amazônia brasileira continue nas taxas de 2020, como Bolsonaro acredita, as emissões decorrentes do desmatamento da Amazônia chegarão, segundo o estudo inglês, a cerca de 1,7 bilhão de toneladas de CO2.

Em menos de três anos de governo Bolsonaro, o desmatamento atingiu níveis devastadores, apesar dos compromissos assumidos por todos os estados com os acordos de Paris – sublinha Johannes Wesemann, fundador da AllRise. – A hora de agir é agora. A COP26 deve resultar em um compromisso global para acabar com a destruição ambiental e tomar medidas ousadas para finalmente atingir os objetivos do Acordo de Paris. É hora de acabar com a impunidade para indivíduos poderosos que intencionalmente destroem nosso planeta, colocando centenas de milhares de vidas em risco.

As pesadas acusações da comissão parlamentar de inquérito

Aquilo feito por AllRise não é de forma alguma a única acusação contra o Bolsonaro. O recente veredito da Comissão de Inquérito do Parlamento brasileiro: o líder do Brasil deve ser julgado por crimes contra a humanidade em relação à má gestão da emergência Covid no país. São várias as acusações a seu respeito: divulgação de notícias falsas, incitamento ao crime e uso indevido de dinheiro público.

O texto, composto por mais de 12 mil páginas e aprovado por 7 dos 11 senadores, pede o indiciamento, por motivos diversos, de outras 80 pessoas, entre ministros, ex-ministros, empresas e os três filhos mais velhos do Bolsonaro.

Reclamações de lideranças indígenas

A política do Bolsonaro é uma das mais nocivas para o meio ambiente e não só. O desmatamento selvagem está colocando em risco a sobrevivência dos povos indígenas, guardiões da Amazônia. Já em janeiro passado, duas das lideranças indígenas mais influentes, juntamente com algumas associações comprometidas com a proteção dos direitos humanos, denunciaram o Presidente do Brasil ao Tribunal de Haia por crimes contra a humanidade e ecocídio.

Desde que Bolsonaro foi eleito em 2019, a floresta tropical sofreu ataques constantes, assim como as comunidades indígenas. Em dois anos,  a taxa de desmatamento no Brasil  aumentou 50% , enquanto as ocupações em territórios nativos cresceram até 135% em 2019. No entanto, as sanções por crimes ambientais caíram mais de 40% na Amazônia no mesmo ano.

Apesar de sua política fortemente anti-ambiental, ainda ontem Bolsonaro – veterano do G20 em Roma – foi saudado com aplausos e ovações em Anguillara Veneta (na província de Pádua) para receber a cidadania honorária da cidade, da qual foram seus avós. originalmente de. Uma escolha decididamente deslocada, que foi duramente criticada por dezenas de cidadãos que fizeram um protesto (mais do que legítimo!)

A verdade é que o mundo não pode mais permitir os jogos sombrios e enganos como os perpetrados por Jair Bolsonaro. A realidade agora está aí para que todos possam ver e não podemos mais fingir o contrário.

Fontes: AllRise / CNN

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em mídia, comunicação digital e jornalismo pela Universidade La Sapienza, ela colaborou com Le guide di Repubblica e com alguns jornais sicilianos. Para a revista Sicilia e Donna, ela tratou principalmente de cultura e entrevistas. Sempre apaixonada pelo mundo do bem-estar e da bio, desde 2020 escreve para a GreenMe.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest