Máscara x exercício físico: Como lidar?

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Muitas cidades brasileiras já começaram a relaxar as medidas restritivas impostas para conter a Covid-19. Com isso, os exercícios nas ruas e até em academias estão liberados em parte do país. A prática de atividades é muito necessária nesse período, pois alivia o estresse do isolamento e reduz o sedentarismo da quarentena. Além disso, quando realizadas ao ar livre, as atividades são relativamente seguras, pois não exigem contato com pessoas e superfícies.

No entanto, o grande problema dos que estão se aventurando nos exercícios externos é a máscara de proteção. Item essencial nos dias de hoje, pode trazer algumas complicações na hora de se exercitar. A dificuldade para respirar enquanto usa a máscara não é apenas uma sensação: por agir como um obstáculo entre o rosto e o ambiente, ela dificulta (mas não compromete) a capacidade de absorver oxigênio.

Por sua vez, o oxigênio é um dos grandes responsáveis pela força muscular durante os exercícios. Portanto, se você está se exercitando de máscara e teve a impressão de que está ficando cansado mais rapidamente, este é o motivo. Essa sensação faz parte do “novo normal” dos exercícios: o portal SAUDÁVELEFORTE apurou que a rápida sensação de fadiga é uma das maiores queixas entre os usuários online que estão se exercitando durante a pandemia.

Porém, não é possível ficar sem máscara nas ruas e academias. Em muitos locais, isso pode até gerar altas multas financeiras. Então, a única solução para não sentir a fadiga ocasionada pela baixa entrada de oxigênio é pegar mais leve nas atividades. Em vez de praticar pequenas quantidades de exercícios intensos, a dica é praticar mais tempo de exercícios leves, reduzindo os efeitos negativos que a máscara traz.

Outra maneira de amenizar esses efeitos é realizar pequenas pausas em suas atividades. Assim, os músculos ganham mais condições para se recuperar da falta de oxigênio, reduzindo a sensação de cansaço rápido.

Escolher o modelo correto de máscara é outro ponto crucial para se adaptar à nova realidade das atividades físicas. A escolha é muito pessoal, variando de acordo com o tipo do rosto. Então, o ideal é experimentar diversos modelos e ver qual deles se encaixa melhor e traz menos efeitos negativos enquanto você se exercita.

Os efeitos das máscaras são mais sentidos enquanto estamos focados neles. Quando nos concentramos nos exercícios e esquecemos este obstáculo, o processo de adaptação é bem mais fácil. Para ajudar na concentração, uma dica é ouvir música enquanto se exercita. Além do foco, elas também ajudam no necessário controle da intensidade.

Um cuidado muito importante que todos devem ter com as máscaras enquanto se exercitam é com o suor. Quando as máscaras ficam molhadas, elas perdem grande parte do efeito protetivo. Por isso, quando sair para se exercitar, lembre-se de levar mais de uma máscara e de trocá-las toda vez que sentir umidade.

Talvez te interesse ler também:

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
greenmebrasil.com é uma revista brasileira online, de informação e opinião Editada também na Itália como greenMe.it
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest