Você compartilha a senha da Netflix? Pode ter que pagar a mais por isso

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A Netflix anunciou que vai cobrar um adicional de usuários em cinco países latino-americanos que acessarem suas contas em mais de uma residência, segundo comunicado divulgado pela companhia de streaming. Os clientes da empresa na Argentina, República Dominicana, Honduras, El Salvador e Guatemala que quiserem utilizar o serviço em mais de uma casa terão que pagar um adicional entre US$ 1,70 (aproximadamente R$ 9,15) e US$ 2,99 (cerca de R$ 16), a depender do país. O serviço poderá ser utilizado em uma a três casas adicionais diferentes dependendo do tipo de assinatura.

Segundo a empresa, acesso durante viagens via tablet, notebook ou celular será possível.

“Estamos explorando com cuidado diferentes maneiras para que as pessoas que querem compartilhar suas contas paguem um pouco mais”,

afirmou a Netflix em comunicado.

Em março deste ano, a empresa lançou um recurso de adição de membro da assinatura no Chile, Costa Rica e Peru.

“A partir do próximo mês vamos lançar uma alternativa de adição de residência na Argentina, República Dominicana, El Salvador, Guatemala e Honduras”,

afirmou a empresa.

Procurada no Brasil, a Netflix afirmou apenas que “o Brasil não está incluído entre os países em que a regra (de moradia extra) será adotada” e remeteu ao comunicado da matriz nos Estados Unidos.

Segundo a empresa de análise do mercado de mídia digital Similarweb, a Netflix perdeu quase 25% de seu tráfego de streaming para outras plataformas de conteúdo nos últimos três anos. O ritmo de cancelamentos da Netflix continuou a subir desde que perdeu clientes pela primeira vez há uma década. Em abril, foram mais de 1,7 milhão de assinaturas canceladas, de acordo com a plataforma. Entretanto, o ritmo de perda de assinantes recuou no restante do segundo trimestre, com 1,6 milhão de cancelamentos em maio e 1,3 milhão em junho, segundo a Similarweb, algo que pode estar relacionado ao lançamento da quarta temporada de “Stranger Things” em maio.

Será que essa cobrança chegará por aqui também? Só nos resta aguardar.

 

Fonte: uol

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest