Os olhos não veem quando a alma adoece: causas emocionais de doenças nos olhos e problemas de visão

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

No mundo contemporâneo, tornou-se algo muito comum as pessoas desenvolverem problemas de visão cujas causas podem não estar somente relacionadas a fatores físicos ou fisiológicos.

Além de fatores externos como: 

  • ficar muito tempo diante das telas de computador e celular
  • excesso de leitura, má alimentação
  • falta de descanso ocular
  • estresse
  • poluição
  • uso excessivo de iluminação artificial
  • falta da prática de exercícios oculares
  • desequilíbrios orgânicos

Mas existem outros fatores relacionados à causas emocionais. Sendo assim, as emoções podem ser a raiz de problemas oculares e da falta de visão.

A autora do livro Cure seu corpo, Louise Hay, através da sua história de vida com a cura de um câncer através do equilíbrio emocional, acredita que muitas doenças estão atreladas à causas emocionais.  

Segundo ela, mas também segundo outros autores como Cristina Cairo e Valcapelli, as doenças e dores se manifestam no corpo físico quando o emocional já está abatido pela forma negativa, desequilibrada e distorcida de se lidar com a realidade.  

Com base neste fundamento, a cura para os males físicos anda de mãos dadas com a melhora do estado emocional. Para curar-se, é necessário autoconhecimento através da auto-observação.

Desenvolvendo a percepção de si mesmo, é possível desvendar as causas psicológicas das doenças físicas.

Pensamentos, emoções e sentimentos que se originam do ressentimento, raiva, mágoa, revolta, ingratidão, ansiedade, orgulho, ganância, egoísmo, remorso, raiva, medo, inveja, ciúme, vergonha, falta de confiança e de amor-próprio, adoecem a alma e, por consequência, atingem ao corpo físico. 

No caso dos olhos, um estado emocional negativo pode reverberar em problemas de visão e doenças oculares.

Neste conteúdo, ampliaremos como isso acontece e como reverter os efeitos danosos das emoções negativas sobre esse órgão, através do qual vemos o mundo

Saúde dos olhos X estado emocional

Para se ter a comprovação de que a saúde dos olhos está ligada ao estado emocional, preste atenção em como sua visão reage às suas emoções.

Observe, por exemplo, como fica sua visão e seus olhos após uma briga, um estresse ou aborrecimento. Com isso, dá para perceber como as emoções afetam o órgão da visão.

Após eventos estressantes, traumáticos ou dolorosos, tem pessoas que passam a manifestar problemas nos olhos que não tinham antes. Nestes casos, o bem-estar emocional estaria atrelado à saúde dos olhos. Inclusive, os sinais contidos nos olhos, revelam como está nossa saúde.

Não é a toa que o olho é considerado o espelho de nossa Alma!

Causas emocionais dos problemas de visão

Por trás de cada anomalia da visão, pode existir uma causa emocional. Por exemplo:

Miopia

A miopia é uma deficiência visual que provoca dificuldade em enxergar de longe e, sob um enfoque psicológico, isso teria relação com o medo da pessoa de lidar com o futuro e sua dificuldade de ver seus problemas com mais clareza e lucidez. Neste caso seria necessário a pessoa pensar em ampliar seu campo de visão interna e sua mente, para abrir novos conhecimentos e diminuir a ansiedade.

Astigmatismo

O astigmatismo é um problema ocular que desencadeia dificuldade de focar e enxergar com nitidez as imagens externas.

Pela linguagem do corpo, a pessoa que possui este tipo de problema, teria dificuldade de simplificar as coisas e pensar com mais objetividade, além de ser pessimista demais e muito indecisa. Dessa forma, ela precisaria desenvolver a organização interna para ter mais foco.  

Hipermetropia

Esse problema ocular traz a deficiência de enxergar de perto.

A pessoa com hipermetropia tem dificuldade de viver no agora, é dispersa, gasta muito tempo vivendo do passado e tem dificuldade de analisar os problemas para encontrar soluções. Por isso, é primordial que ela desenvolva mais a atenção ao presente, recordando de si mesma de momento a momento. 

Daltonismo

Esse distúrbio visual faz com que a pessoa não consiga distinguir as cores e, por isso, ela vê o mundo menos colorido. No aspecto psicológico esse problema pode revelar que essa pessoa sente em seu interior falta de alegria pela vida. 

Catarata 

catarata é causada pela opacidade do cristalino, por isso, a visão se torna enevoada.

No aspecto emocional esse problema é uma forma do corpo sinalizar que a pessoa não está aceitando a existência tal como ela é. Por isso, ela vê as coisas de forma encoberta, principal sintoma da catarata.

Essa atitude de falta de aceitação, faz com que ela “não enxergue” o que precisa ser encarado de frente em sua realidade.

Ceratocone e Presbiopia 

Problemas oculares como ceratocone (má-formação da córnea) e presbiopia (vista cansada),  podem estar associados à inflexibilidade diante da vida e à falta de jogo de cintura para lidar com a realidade. Por isso, a pessoa precisa ser mais flexível e adaptável diante da vida.

Glaucoma

Esse problema de visão revela que a pessoa vive em estado de tensão interna, devido ao fato de se cobrar demais colocando muita pressão sobre si mesma, advindo desse estado a pressão nos olhos. É necessário levar a vida com mais leveza.

O glaucoma pode  significar também que a pessoa está sofrendo por algum acontecimento do passado e que ela não conseguiu superar, perdoar ou aceitar   

Quanto mais a pessoa guarda mágoa e ressentimento, maior a pressão emocional no olho afetado pelo glaucoma. E isso supostamente ocorre por ela sustentar sentimentos feridos por muito tempo.

Inflamação no olho

Inflamação e infecção no olho causam irritação e vermelhidão e podem estar revelando nervosismo, raiva, revolta ou insatisfação da pessoa com algo ou alguém em sua vida. 

Degeneração macular 

Processos de degeneração da mácula estão ligados à tristeza, depressão e falta de gosto pela vida. É preciso recuperar a alegria de viver e ver o colorido da vida.

Como melhorar o estado emocional e a saúde dos olhos

Para recuperar a visão e se curar de doenças oculares, além do acompanhamento e diagnóstico médico, é necessário cuidar das emoções e da saúde das seguintes formas: 

  • Aprendendo a conhecer e a lidar com as próprias emoções
  • Desenvolvendo a flexibilidade psicológica e a lucidez
  • Sair de estados emocionais negativos, através de práticas como MeditaçãoYoga ou o que lhe proporcione alegria e prazer
  • Desenvolver a capacidade de se recuperar mais rápido das emoções negativas aceitando que a vida é feita de altos e baixos
  • Ver a vida sob uma ótica positiva, mas ao mesmo tempo realista
  • Buscar desenvolver a autoexpressão, seja de forma escrita, oral ou artística, para estimular o organismo a produzir os hormônios da felicidade
  • Desenvolver a coragem e a autoconfiança
  • Ingerir alimentos que contenham nutrientes como: zeaxantina, luteína, ômega-3, vitamina A, C e E, selênio, silício, manganês, cobre e zinco pois eles fortalecem e promovem a regeneração dos olhos e uma boa visão
  • Inclua em seu cardápio alimentos bons para os olhos como: brócolis, cenoura, acerola, morango, laranja, mamão, manga, uva, acelga, abóbora, batata-doce, tomate, couve, abobrinha, espinafre, linhaça, nozes, azeite de oliva
  • Quando estiver com  tensão e nervosismo, consuma chás a base de plantas calmantes como melissa e tília, por exemplo
  • Viva com mais amor, alegria, leveza e pare de alimentar a tristeza
  • Promova atitudes que desenvolvam bem-estar psicológico.

Outras dores e suas causas emocionais

Saiba sobre outras doenças e suas respectivas causas emocionais em:

 

Através dessas informações, você agora tem mais recursos para se ajudar e para auxiliar outras pessoas a terem recursos de cuidarem melhor da saúde, de uma forma mais integral.

Cuide do físico, consulte um médico

Mesmo sabendo o quanto as emoções influenciam a saúde, tenha em conta que uma vez que a doença se instalou no corpo, é necessário consultar o médico para ter o diagnóstico correto e para poder aliar o autoconhecimento ao tratamento convencional, a fim de obter a cura de forma completa.

Talvez te interesse ler também:

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest