Burnout: saiba o que é, sintomas e como evitá-lo (se for possível)

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

O Burnout nada mais é do que esgotamento. Quando o excesso de trabalho (e de problemas) se acumula, há poucos recursos, muita pressão e até o deslocamento para o local de trabalho…quando tudo isso se junta, algumas pessoas se esgotam. E não podemos julgá-las.

As demandas de trabalho são os aspectos que exigem esforço e energia consistentes, como responder e-mails a qualquer hora, participar de reuniões e demandas de clientes. Os recursos são os aspectos motivacionais e energéticos, como feedback positivo do cliente, um líder atencioso e relacionamentos sólidos com os colegas.

Táticas para tentar evitar o Burnout

  • Comece fazendo uma lista das suas tarefas. Existe alguma que você pode delegar?
  • Você está utilizando seus recursos da melhor maneira?
  • Veja também se o seu trabalho possui aspectos repetitivos que podem ser transformados em um processo escrito, um fluxograma ou modelo.
  • Tente identificar pessoas a quem pedir ajuda, em cada área: pessoal, profissional e para tarefas específicas.
  • Reveja seus pontos fortes
  • Se você já passou por um desafio parecido com o que passa hoje, em tamanho ou complexidade, tente se lembrar como superou isso.

Sintomas do Burnout

Se você estiver com alguns desses sintomas, é hora de mudar seu estilo de vida e procurar ajuda.

  • Cansaço excessivo, físico e mental.
  • Dor de cabeça frequente.
  • Alterações no apetite.
  • Insônia.
  • Dificuldades de concentração.
  • Sentimentos de fracasso e insegurança.
  • Negatividade constante.
  • Sentimentos de derrota e desesperança.

Como se recuperar do Burnout?

Se você está esgotado, pense: o que te levou a isso? Tente reconhecer como você lida com o stress. seus traços de personalidade, tendências perfeccionistas, força mental, estratégias de enfrentamento, capacidade de enfrentar desafios e adversidades e seus valores e crenças essenciais sobre a maneira como você acha que o mundo deveria operar. Para se recuperar do esgotamento, você deve desenvolver a autoconsciência sobre o que o leva a isso.

Converse com seu superior sobre como se sente e o que podem fazer juntos para superar esse esgotamento.

Outro fator que colabora com o burnout é o que você dá e o que recebe. Se você sente que o custo da sua vida está sendo mais alto do que os benefícios da sua dedicação, também deverá repensar suas atitudes, a forma como encara seu trabalho e, em último caso, o seu emprego.

Mas vale lembrar que a melhor cura para o esgotamento é a prevenção. São as organizações, diretoria e gerentes diretos que devem criar um ambiente de trabalho que seja o menos propício ao Burnout.

E, se o esgotamento bater, tire o pé do acelerador, pense nos pontos acima e procure ajuda médica.

 

Fonte: msn

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest