Sabe qual é a tendência para 2022? Fazer nada!

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Niksen. Essa palavra holandesa tem ganhado popularidade. Ela significa um estilo de vida que tem como base o “não fazer nada”. Talvez esteja tão na moda porque a pandemia agravou algo que muitos já estavam sentindo: cansaço generalizado devido ao stress do dia a dia, ao excesso de trabalho, que não encontrava limites dentro de casa e à própria pandemia.

Portanto, esse conceito de não fazer nada soa cada vez mais interessante. Ele traz a ideia de desacelerar e dar mais espaço para os momentos em que não existem planos e as pessoas se sentem livres para fazer o que têm vontade, sem uma necessidade de produtividade ou de ação iminente e até sem a obrigação de se divertir. Porque, quantas vezes não nos sentimos obrigados a ir a algum lugar ou fazer algo “produtivo” porque nos sentimos culpados em simplesmente não fazer nada?

Esse Niksen que os holandeses tanto falam é tendência porque ele é importante para a nossa saúde mental.

O ócio é essencial

Segundo o médico psiquiatra Dr. Rovilson Cunha Junior:

“como estamos constantemente pensando no que podemos produzir, fazer aos finais de semana, ou onde queremos estar daqui 5 anos, o cérebro não para. “Por mais que achemos que isso é natural e não cansa, inconscientemente o nosso cérebro está se desgastando.”

Quando mantemos nossa mente sempre repleta de pensamentos (o que Augusto Cury chamou de Síndrome do Pensamento Acelerado), nossa concentração diminui e a ansiedade aumenta, assim como o desgaste físico e mental.

O Dr. Rolvilson continua:

“Assim, o problema desta síndrome não está relacionado com o conteúdo dos pensamentos, que geralmente são interessantes, cultos e positivos, mas sim com a sua quantidade e a velocidade com que acontecem dentro do cérebro”, diz.

Para que não desenvolvamos doenças psíquicas e até físicas, precisamos de um tempo.

“…o tempo ocioso ajuda na recomposição da nossa mente, para que possamos voltar com uma criatividade maior para desempenho de novas tarefas.”

Esses momentos de descontração são fundamentais para nossa saúde e para ajudar nossa criatividade e a melhora do humor. E até o corpo pode se beneficiar, já que as doenças mentais são a porta de entrada para doenças orgânicas.

Portanto, em 2022, precisamos ouvir nosso corpo e dar um tempo para a nossa mente. Divirta-se sem compromisso. Ou não. Simplesmente deixe-se levar.

 

Fonte: msn

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest